ZÉ CARLOS DO PÁTIO É CONDENADO EM AÇÃO CIVIL DE RESPONSABILIDADE E PODE PERDER MANDATO

ZÉ CARLOS DO PÁTIO É CONDENADO EM AÇÃO CIVIL DE RESPONSABILIDADE E PODE PERDER MANDATO

AÇÃO AINDA CABE RECURSOS

Uma ação proposta pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO foi julgada PROCEDENTE pela justiça é uma AÇÃO CIVIL DE RESPONSABILIDADE contra JOSÉ CARLOS JUNQUEIRA DE ARAÚJO, CELSON ANTONIO DE CARVALHO e o MUNICÍPIO DE RONDONÓPOLIS.

Na sentença JOSÉ CARLOS JUNQUEIRA DE ARAÚJO e CELSON ANTONIO DE CARVALHO à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por 03 anos, pagamento de multa civil de 50 (cinquenta) vezes o valor individual da remuneração percebida à época dos fatos e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

foi reconhecida no bojo desta sentença a prática de atos de improbidade prevista no Art. 11, I, da Lei 8.429/92, não há outra alternativa senão a aplicação das penalidades previstas no Art. 12, inciso III e Parágrafo Único daquela mesma Lei.

Apesar de julgada procedente a ação ainda cabe recursos.

Leia a íntegra:

AÇÃO CIVIL

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

MOVIMENTO MUDA RONDONÓPOLIS SURGE NAS REDES SOCIAIS

Um projeto de conscientização política, começou a ganhar forma na cidade de Rondonópolis, a iniciativa é do militar da reserva, Tenente Horácio Jose Ferreira Marques de 29 anos, que juntamente

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

RONDONÓPOLIS: JUSTIÇA SUSPENDE LEI QUE GARANTE “ ISENÇÃO” DE ESTACIONAMENTO EM SHOPPING

O juiz Francisco Rogério Barros da 1ª Vara de Fazenda Pública da Comarca de Rondonópolis concedeu a empresa Estacione Parking Serviços de Estacionamento de Veículos uma liminar que susta os

Destaques 0 Comentários

KLEBER LIMA RETORNA AO CARGO DE SECRETÁRIO DE ESTADO NO MT

A desembargadora Antonia Siqueira Gonçalves Rodrigues, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), autorizou o secretário de Estado de Comunicação, Kleber Lima, a retornar ao cargo. Kleber Lima havia