XUXU DALMOLIN FAZ FOTO AO LADO DE BOLSONARO MAS DIZ APOIAR SENADOR DE ESQUERDA

XUXU DALMOLIN FAZ FOTO AO LADO DE BOLSONARO MAS DIZ APOIAR SENADOR DE ESQUERDA

Éderson “Xuxu” Dal Molin (PSC), assumiu como deputado federal em substituição a Adilton Sachetti (sem partido) que entrou em licença por 120 dias. O segundo suplente, Dalmolin, tem domicílio eleitoral em Sorriso, MT.

Em sua participação na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle – em Audiência Pública com Sr. Blairo Maggi – Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Deputado Xuxu dedicou devoção extrema ao senador-ministro.

Na ocasião, Xuxu não poupou elogios ao senador e ministro de visão ideológica progressista, demonstrando que não possui qualquer definição ideológica ou partidária, teceu comentários, e as mais consideráveis posições de apoio ao ministro Blairo Maggi.

Maggi é um empresário, no entanto com declarado viés à esquerda progressista, a prova disso é que por muito tempo defendeu o PT, políticas de governo estatizante e regulatórias nos governos de Lula e Dilma.

Xuxu desconhece a guerra política existente entre a esquerda e a direita, desconhece tudo que envolve a questão e suas nuances. Depois de tirar fotos, supervalorizando um encontro com os deputados federais de direita Jair Bolsonaro (PSC-RJ), Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e Victório Galli (PSC-MT), Xuxu apresenta uma posição totalmente antagônica, ao se derreter por inteiro em apoio a Blairo Maggi.

Blairo faz política pró- MST, defendendo o grupo considerado pela direita como terrorista e defensor do PT. O ministro também acusou, recentemente, Bolsonaro de fazer bravatas. Blairo será um forte adversário da Direita brasileira em 2018.

O que Blairo pensa do MST?

“Vamos dar a essas pessoas a possibilidade de eles irem ao banco tomar dinheiro emprestado. Que eles possam fazer parte desse grande programa de integração. É dessa forma incluindo que nós vamos fazer”, (fala de Blairo Maggi em 04.07.2016, quando disse também rebateu a posição trazida por Bolsonaro ao defender que fazendeiros devem poder se armar pra proteger suas propriedades). Bolsonaro deixou claro que o ‘combate armado’ não pode ser desigual, quando MST invade e destrói plantações e matam animais de produtores e agricultores, estes devem ter o direito à legítima defesa. Na ocasião Blairo Maggi acusou e desqualificou Bolsonaro e disse que o presidenciável faz “política de bravata”, sem responsabilidades.

Em outra oportunidade, Maggi disse: “Claro que o deputado [Jair] Bolsonaro faz política de bravata! E não é o que devemos fazer quando estamos sentados numa mesa do Executivo”, respondeu Maggi, após participar da abertura da 52ª Exposição Agropecuária de Cuiabá, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro.

Essas são algumas posições do ministro tão elogiado por “Xuxu” Dalmolin (PSC). O deputado tem que se decidir entre a “direita” ou a “esquerda socialista e progressista” de Maggi; Bolsonaro ou Maggi?

Fazer foto ao lado de Bolsonaro não o transforma numa voz da Direita em MT. Apenas demostra um certo aproveitamento da imagem do deputado Jair Bolsonaro para se autopromover nas redes sociais.

Uma rápida leitura na Bíblia e encontrará a resposta: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas” [Mateus 6:24].

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Proteção de dados pessoais deverá ser direito fundamental na Constituição

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (2), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que inclui a proteção de dados pessoais disponíveis em meios digitais na

Política 0 Comentários

3º CICLO DE PALESTRAS PELA LIBERDADE E O TEMA “A CRISE É UMA OPORTUNIDADE”?

O tema será  será debatido o 3º Ciclo de Palestras Pela Liberdade, promovido pelo Instituto Caminho da Liberdade, na cidade de Cuiabá – MT. Que Acontecerá dia 02 de dezembro

Destaques 0 Comentários

TSUNAMI NA INDONÉSIA ARRASTA PÚBLICO E BANDA QUE REALIZAVA SHOW (VÍDEO)

Um tsunami atingiu as ilhas de Sumatra e Java na noite de sábado (22) e deixou 222 mortos e 843 feridos, de acordo com o último balanço divulgado pela Agência

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta