Foto: Assessoria VEREADOR CRÍTICA BLITZ “ARRECADATÓRIA”, SEM ABRIR MÃO DE VERBA INDENIZATÓRIA

VEREADOR CRÍTICA BLITZ “ARRECADATÓRIA”, SEM ABRIR MÃO DE VERBA INDENIZATÓRIA

O ditado “Fala o que quer, escuta que não quer” que é bem aplicado quando alguém costuma proferir alguma bobagem e pensa ser o dono da verdade, ainda mais tratando de uma figura pública, o vereador de Rondonópolis Batista da Coder (SD).

Batista usou a tribuna da Câmara Municipal na última quarta-feira (13), para criticar as blitz realizadas pela Polícia Militar em Rondonópolis, além de fazer politicagem contra o governador Mauro Mendes, o qual chamou de “Covarde”.

Ele tem razão em partes, Batista disse: “eu chamo de covarde esse governador, a população não aguenta mais pagar tantos impostos, aí vem esses larápios e roubam, e a população tem que pagar realizando blitz para cobrir o rombo. Fico indignado e isso é um desabafo”.

É verdade a população não aguenta sustentar as vantagens dos políticos entre elas os vereadores que ganham R$ 10 mil de salário mais a verba indenizatória de igual valor, para prestarem um serviço pífio em seu mandato, salvo algumas exceções.

Os números demostram que os resultados das Blitz da polícia militar, realizadas nas ruas de Rondonópolis, apreenderam drogas, muitos veículos furtados, além dos inimigos da sociedade com mandado de prisão em aberto e várias armas.

O vereador poderia ponderar melhor suas críticas, para não passar a imagem de quem defende a sonegação fiscal e o crime organizado, que com certeza não é esta sua intenção.

Fica a dica e Marreta neles!

Compartilhe: