VEM AÍ A RENOVAÇÃO POLÍTICA NA ALMT EM 2018

VEM AÍ A RENOVAÇÃO POLÍTICA NA ALMT EM 2018

A eleição do próximo ano, deverá ser marcada pela ruptura da linha política tradicional, principalmente nas eleições proporcionais para deputados estaduais no MT.

Uma esperada renovação na assembleia legislativa do MT, como em toda a classe política brasileira, após o impacto gerado pelas delações , prisões e escândalos de corrupção.

Embora haja uma grande expectativa de mudança, frente ao que chamamos  de “derrocada da velha política”, o grau de renovação vai depender da apresentação de novos nomes e a combinação de outros fatores.

Em Rondonópolis já é possível perceber alguns nomes em evidência:

Rodrigo Zaelli (PSDB) -Presidente da Câmara de Rondonópolis

 

Rodrigo Zaeli (PSDB) com uma excelente gestão a frente da presidência da câmara de vereadores,é bem articulado em apoio político consistente, tem a experiência de já ter sido candidato a deputado estadual e vem com força total nesta empreitada para 2018.

 

 

Ver. Thiago Silva

 

Thiago Silva (PMDB) o recordista com mais de 3000 votos na eleição para vereador, tem o apoio do velho cacique o deputado federal Carlos Bezerra, no entanto tem tentado se distanciar da imagem do velho articulador, envolvido em serias denuncias e delações.  Thiago tem  apresentado um grande trabalho e sua juventude tem sido fundamental para resistir a árdua agenda de trabalho em várias frentes.

 

 

Thiago Muniz (PPS)

Thiago Muniz (PPS) tem se destacado como a voz da oposição dentro da câmara, fiscalizando e denunciando os problemas enfrentados pela atual gestão municipal do prefeito Zé Carlos do Pátio, isso o torna um vereador efetivo e atuante com posicionamento eficaz.

Os três são fortes nomes também para ocupar um dia a prefeitura de Rondonópolis .neste momento mas aparecem  no Cenário Político de Mato Grosso como uma oportunidade de renovação.

Assim como os da “velha política”, inclusive aqueles investigados pelas mais variadas operações, devem tentar a reeleição. Não vão deixar de concorrer e desaparecer da cena política, no entanto caberá ao eleitor uma readequação dos objetivos desses candidatos já carimbados.

Enquanto os novos nomes terão diante de si um longo caminho, porém sem o desgaste de estar marcado com a chancela da velha política.

Embora ainda sejam apenas especulações, esses três nomes apresentados tem boas  chances de serem participantes da  renovação na política estadual.

 

 

Redação

Compartilhe: