USUÁRIOS RECLAMAM DO TRANSPORTE COLETIVO PRECÁRIO E FALTA DE ABRIGO EM PONTOS DE ÔNIBUS DE RONDONÓPOLIS

USUÁRIOS RECLAMAM DO TRANSPORTE COLETIVO PRECÁRIO E FALTA DE ABRIGO EM PONTOS DE ÔNIBUS DE RONDONÓPOLIS

O transporte coletivo em Rondonópolis é considerado um dos piores do Brasil, e o poder público municipal  não consegue dar uma resposta à altura das necessidades da população em relação a esta questão.

Além de linhas e horários reduzidos, veículos sucateados e sem condições de oferecer qualquer conforto ao usuário, tarifa de preço alto. Os usuários de transporte coletivo em Rondonópolis se deparam diariamente com a precariedade ou inexistência  de abrigos de ônibus.

Vídeos enviados ao Marreta Urgente, mostram os usuários na chuva.

Um problema crônico é a falta de estruturas em pontos de ônibus, os problemas são encontrados no Centro e piora nos Bairros.

Esperar o ônibus no ponto é praticamente impossível. Falta de cobertura e bancos, falta de sinalização e às vezes até o mato toma conta do que seria uma parada de ônibus.

Muitos moradores de outros bairros não conseguem nem mesmo localizar onde é o ponto de ônibus.

Um  ônibus em Rondonópolis pode levar até 60 minutos, para passar  e o usuário, tem que esperar em pé debaixo de chuva ou sol.

“É sol e chuva na cabeça”, reclama o estudante Everton costa.

“Acho um horror, a gente  ficar no sol, sem cobertura com criança ainda. É uma situação precária”, desabafou  a comerciária  Renata Andrade.

Esta é a situação de calamidade, que vive diariamente o  trabalhador, o estudante e demais  usuários que dependem do sistema de transporte coletivo da cidade.

Em Rondonópolis a empresa Cidade de Pedra é a concessionária  que detêm os diretos de operar o sistema de transporte coletivo.

 

Redação

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política 0 Comentários

DEPUTADOS FEDERAIS DE MT VOTAM CONTRA A EMENDA PARA DEVOLVER SOBRAS DO FUNDO PARTIDÁRIO

Os 8 deputados federais do Mato Grosso, incluindo Jose Medeiros e Nelson Barbudo foram contra o Projeto que pretendia diminuir o fundo partidário e devolver dinheiro do fundo ao tesouro

Mato Grosso já registrou quase dois mil casos de hanseníase em 2019

Com um histórico de elevado número de casos de hanseníase, o estado do Mato Grosso enfrenta o desafio de controlar a doença também em 2019. Segundo dados da Secretaria Estadual

Mato Grosso 0 Comentários

AVIÃO AGRÍCOLA CAI EM PROPRIEDADE RURAL EM PEDRA PRETA MT

Um avião agrícola de pequeno porte caiu na manhã desta terça-feira (11) por volta das 10h20, em uma propriedade rural no município de Pedra Preta. O piloto da aeronave foi