Três pessoas foram presas tentando jogar celulares e drogas para dentro do Presídio da Mata Grande

Três pessoas foram presas tentando jogar celulares e drogas para dentro do Presídio da Mata Grande

Três pessoas foram presas na madrugada deste domingo (05.04) suspeitas de tentarem jogar celulares e drogas para dentro do Presídio da Mata Grande, em Rondonópolis (221 km de Cuiabá). Os dois suspeitos, de 21 e 22 anos, e um adolescente de 17 anos foram conduzidos para a delegacia do município.

Um quarto suspeito conseguiu fugir e não foi localizado. Na ação foram apreendidos catorze celulares, oito carregadores, quatro fones de ouvido e porções de drogas, além de um alicate que seria utilizado para cortar ao arame que cerca o presídio e uma moto Honda Biz, que foi utilizada na tentativa da fuga.

O agente penitenciário que fazia a guarda na torre 3 flagrou o momento em que os suspeitos tentavam atirar os objetos pelo muro aos fundos do raio 3. Os agentes penitenciários atiraram no intuito de render os suspeitos, momento em que um deles se rendeu e os outros três tentaram fugir.

Com o apoio do corpo da guarda, os policiais penais conseguiram capturar os outros dois suspeitos que foram encaminhados para a delegacia local.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

TSE PODE ACELERAR IMPUGNAÇÃO DE LULA

Não foi no último minuto, como prometido, mas após uma marcha feita pelos militantes e discursos em cima do carro de som, uma comitiva de representantes de PT, PCdoB e

TERRORISMO NO CHILE: Cubanos e venezuelanos suspeitos de participação

Grupos organizados de estrangeiros, principalmente de cubanos e venezuelanos, podem ter participado da destruição de estações do metrô no Chile, diz a Crusoé. A investigação tem apontado para uma ação

Mato Grosso 0 Comentários

VEREADOR JOSAFÁ BARBOSA RESPONDE A OUTROS PROCESSOS NA JUSTIÇA ALÉM DA ACUSAÇÃO DE ESTUPRO

O vereador Josafá Martins Barbosa (PP), de Primavera do Leste- MT  (244 km de Cuiabá) é suspeito de dar R$ 100 a uma criança de 13 anos em troca de