TCE APURA DENÚNCIA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CONTRA PREFEITO DE JACIARA

TCE APURA DENÚNCIA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CONTRA PREFEITO DE JACIARA

Uma investigação do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, referente a uma denúncia realizada pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Vanderlei Silva (PSB) sobre supostos pagamentos irregulares de juros, no valor de R$ 647.243, realizado na gestão do prefeito Abduljabar Galvin (PSDB), pode mudar o cenário político de Jaciara.

Sendo confirmada a irregularidade no pagamento do montante denunciado, caracteriza em improbidade administrativa, que cabe como punição, o afastamento e cassação do mandato do prefeito Abduljabar.

Trecho da publicação:

“Diante dos claros indícios de dano ao erário, acolho a sugestão da unidade de instrução e determino a conversão dos autos em Tomada de Contas Ordinária. Outrossim, determino a remessa destes à Gerência de Protocolo para providenciar a autuação como Tomada de Contas”.

O conselheiro interino do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Luiz Henrique Lima, determinou a tomada de contas no pagamento de juros realizado pela Prefeitura de Jaciara, no valor de R$ 647.243,10.

O prefeito Abduljabar foi procurado para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria não foi localizado.

Redação com O FACTUAL

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política 0 Comentários

“Autoritário” é a Mãe

Michel Temer fez uma digressão histórica e sociológica, em artigo no Estadão, para justificar a vergonhosa renegociação da dívida dos Estados. Vamos à parte que interessa: “Trata-se de teto geral,

Esportes 0 Comentários

JOGOS ESCOLARES NO MT CORREM RISCO DE CANCELAMENTO

As fases regionais e estaduais dos Jogos Escolares em Mato Grosso são organizadas pela Secretaria de Estado de Educação Esporte e Lazer (Seduc), em conjunto com as prefeituras municipais. Durante

Notícias 0 Comentários

“FAKENEWS” DA VEJA: MORADORA REFUTA MATÉRIA SOBRE PERTUBAÇÃO DA SEGURANÇA DE MORO

A moradora Lucília Barbosa Maia, Prefeita da SQS 207, Quadra residencial de Brasília, onde o Ministro da Justiça Sérgio Moro reside. Refutou uma matéria da revista VEJA, publicada no blog