TABORELLI TEM PRISÃO REVOGADA POR JUIZ DURANTE AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NA 2ª VARA CRIMINAL

TABORELLI TEM PRISÃO REVOGADA POR JUIZ DURANTE AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NA 2ª VARA CRIMINAL

Segunda Vara Criminal de Cuiabá revogou o mandado de prisão ao suplente de deputado estadual coronel Pery Taborelli. De acordo com a defesa do parlamentar, patrocinada pelo advogado Marcelo Coelho, a determinação foi dada em Juízo na tarde de ontem .

A Justiça havia decretado, em março, uma prisão em regime semiaberto de 2 anos e 2 meses ao deputado. Ele cumpria essa pena quando, após um oficial não encontrá-lo no endereço determinado e ele não comparecer a um ato processual, o pedido de detenção foi expedido. “A Justiça entendeu que foram cumpridos todos os requisitos e todas as questões relativas ao não comparecimento na audiência foram esclarecidas por nós”, pontuou ao o advogado.

O Juízo demorou cerca de três horas e a partir de agora o processo de Executivo terá um trâmite normal, sendo que o deputado continuará cumprindo normalmente sua pena em regime semiaberto, de acordo com Marcelo.

Processo

A condenação de Taborelli é referente ao período em que ele atuava na Polícia Militar de Rosário Oeste. Em 2011, o político foi chamado para cumprir ilícitos praticados em uma festa em via pública em celebração aos 150 anos do município. No local havia comerciantes vendendo bebidas que instalaram barracas ao redor da festa, sem alambrado nem proibição de entrada.

Denúncias foram feitas a respeito da venda de bebida alcoólica a menores nesta festa. Taborelli dirigiu-se ao local com uma guarnição, prendeu os comerciantes e apreendeu os adolescentes, levando todos para a delegacia, conforme o advogado.

A situação foi classificada como abuso de autoridade. Houve um processo no qual Taborelli foi condenado a quatro anos e meio de prisão, e diversas outras condenações acessórias, multas, bem como perda de direitos políticos. Entretanto, a defesa conseguiu reverter, tendo em vista que foram revogadas todas as condenações acessórias, bem como reduzida a pena para dois anos e dois meses.

Originalmente de RD News

Compartilhe:
  • Lucileide Souza

    Da proxima vez que tiver problemas com isso não chame a policia, chamem a justiça, pois pra nos roubarem r desreipeitarem os miliantes nem piscam;agora o policial quando é chamado e ainda poe sua vida em risco muitad vezes ainda tem que agir com cautela pra não ofender quem está desobedecendo a lei.É pra caba.