SUSPENSA A LICITAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA EM RONDONÓPOLIS

SUSPENSA A LICITAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA EM RONDONÓPOLIS

Uma nova licitação para operação de fiscalização eletrônica que estava marcada para acontecer nesta terça-feira 3 de dezembro a partir da 8h30, na prefeitura de Rondonópolis para operar o sistema pelo prazo de 60 meses, foi suspensa.

Segundo a justificativa é de que haverá uma nova redação no edital sobre analise as impugnações e esclarecimentos. E uma nova data será escolhida.

O valor estimado em R$ 32 milhões, por cinco anos. O contrato operado pela Talentech anteriormente teve custo de R$ 22 milhões.

No entanto esse é apenas um pano de fundo, para o prefeito José Carlos do Pátio (SD), ganhar um tempo e tentar diminuir sua rejeição, tendo em vista que é candidato a reeleição e o assunto “FISCALIZAÇÃO ELETRONICA”, acabou por aumentar o desgaste de sua imagem junto aos munícipes.

Pátio sabe que o ‘ELEITOR” em geral tem, memoria curta e acredita que facilmente esquecerão que durante sua campanha afirmou que iria acabar com o Pátio Rondon e se dizia contrário a indústria de multas.

Até março de 2019, a arrecadação da Prefeitura de Rondonópolis com infrações de trânsito foi de aproximadamente R$ 19,2 milhões. Esse valor corresponde ao volume total de multas, sejam de fiscalização eletrônica ou não.

Ano     Fiscalização Eletrônica       Arrecadação Total

2017    R$ 6 milhões   R$ 8,9 milhões

2018    R$ 6 milhões   R$ 8,7 milhões

2019 (1º Trim)R$ 1 milhão     R$ 1,6 milhões

Total   

R$ 13 milhões R$ 19,2 milhões

Segundo as informações em média cerca de 70% dos valores arrecadados com as infrações, são provenientes da fiscalização eletrônica, em média cerca de R$ 6 milhões por ano. Neste período informado a arrecadação com fiscalização eletrônica chegou a R$ 13 milhões.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

MPF confirma que sistema de saúde em Rondonópolis é precário

Por: Guilherme Silveira/Marreta Urgente Há cerca de um mês, Rondonópolis foi manchete em todo o país, o alvo das reportagens sobre o gasto da prefeitura de R$ 4 milhões na

Brasil

Wilson Witzel na mira da PF

A Operação Placebo da Polícia Federal (PF), iniciou na manhã desta terça-feira (26) e investiga   desvios na Saúde do RJ para ações sobre o Coronavírus. Com 12 mandados de busca

Notícias 0 Comentários

WILSON “TRATOR CUIABANO” DOS SANTOS COM FORÇA TOTAL

O Secretario de Estado das Cidades do MT, Wilson Santos (PSDB) ex-prefeito de Cuiabá, que ficou conhecido como o “Trator Cuiabano” chegando a trabalhar mais de 18 horas por dia,

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta