Suspeito de tráfico corre pedindo proteção da avó e acaba preso com droga

Suspeito de tráfico corre pedindo proteção da avó e acaba preso com droga

No bairro Santa Rosa, em Cuiabá, um homem de 22 anos foi preso por tráfico de droga na madrugada desta segunda-feira (04), por volta da 1h30. Ele estava na rua onde mora quando uma equipe da 1ª Companhia de PM do bairro Santa Rosa que fazia rondas no local o abordou.

O suspeito correu gritando pelo nome e pedindo a proteção da avó ao percebeu que seria alcançado pelos policiais. Ele tentou fugir para dentro de casa, mas foi contido antes. A prisão dele levou a descoberta de uma “boca de fumo” e a apreensão de 27 porções de cocaína, algumas porções de maconha, papel filme e outros produtos de embalagem de droga.

O homem e todo material apreendido foram levados para a Central de Flagrante do Cisc Verdão, na mesma região onde ocorreu a prisão.

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crime.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

DITADURA MADURO: GRUPO DE LIMA REJEITA MOMENTANEAMENTE AÇÃO MILITAR NA VENEZUELA

O Grupo de Lima, que reúne 14 nações do continente, reconheceu o líder da oposição e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, como representante do país no colegiado, mas

Destaques 0 Comentários

LICITAÇÃO PARA SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA

O departamento de licitações da Prefeitura de Rondonópolis iniciou nesta quinta-feira (29) o processo de licitação para contratação de empresa especializada que vai fazer a implantação do novo sistema de

Comissão aprova proposta que dobra indenização a ser paga por praticante de cartel

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço aprovou o Projeto de Lei 11275/18, do Senado, que dobra a indenização a ser paga por empresas que praticarem infração à ordem