SURFISTAS POLÍTICOS: CAMPANHA AO SENADO MT NÃO TERÁ VÍNCULO COM ELEIÇÕES MUNICIPAIS

SURFISTAS POLÍTICOS: CAMPANHA AO SENADO MT NÃO TERÁ VÍNCULO COM ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Neste ano o estado de Mato Grosso, viverá dois momentos eleitorais na mesma data, com circunscrição diferenciada, a eleição suplementar para o cargo de senador pelo Mato Grosso será realizada em 15 de novembro de 2020, tendo em vista a cassação da senadora Selma Arruda pelo TSE. Na mesma data do primeiro turno das eleições municipais para prefeito e vereadores nos 141 municípios do estado.

A data da eleição suplementar para o senado seria realizada em 26 de abril de 2020, no entanto, foi adiada pelo TSE para 15 de novembro data das eleições municipais, devido à pandemia de COVID-19.

Uma curiosidade, muitos pretensos pré-candidatos a prefeito pensam que poderão posar e distribuir material de campanha ao lado de seus escolhidos para a disputa suplementar ao senado, no entanto isso não será possível.

O advogado Rafael Rodrigues Soares, do escritório Paulino & Soares Advogados, especialista em Direito Eleitoral, explicou que serão eleições diferentes, sendo que a única coincidência é a data, com circunscrições diferentes e resoluções a parte. Ou seja, o apoio entre postulantes a prefeitura e ao senado, será apenas “Moral”, não poderá haver material de campanha com os dois postulantes juntos. Poderão por exemplo fazer uma “live” juntos, entretanto, santinhos, folhetos, entre outros materiais de campanha não serão permitidos”.  

Aqueles que aguardavam a possibilidade de surfar em uma “onda” com a possibilidade de apoio e colar a imagem em outras lideranças, utilizando como justificativa as eleições suplementares ao senado, não alcançaram êxito.

Em outras palavras cada um no seu quadrado ou no seu pleito….

Marreta Neles!

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

PRIMEIRA BAIXA NO STAFF DE PÁTIO: ALENCAR DEIXA O SETRAT

A dança das cadeiras começou no staff do prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio, o primeiro a “pular fora”, foi o Gerente do departamento de transportes urbanos da SETRAT

Notícias 0 Comentários

DEPUTADO ELEITO JOÃO BATISTA E A DEMAGOGIA NOS ATAQUES AO GOVERNO DE MAURO MENDES

Com a crise econômica sem precedentes no país e arrecadação reduzida, os gestores têm a cada dia buscado estratégias para tentar resolver os problemas financeiros. Em Mato Grosso, a crise

Marretadas 0 Comentários

“O PAI DA SAÍDA DE CIDO SILVA DO PP”

Demorou mas aconteceu o ex-vereador Cido Silva de Rondonópolis, que não foi reeleito e atualmente assessora o deputado estadual Sebastião Machado Rezende (PSC), resolveu depois de muito tempo, colocar em