SUPREMO DIVIDIDO SOBRE OS VAZAMENTOS CONTRA MORO

SUPREMO DIVIDIDO SOBRE OS VAZAMENTOS CONTRA MORO

Após os últimos vazamentos de mensagens trocadas entre a Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro Há uma ala da corte que a despeito de críticas emitidas por colegas, está disposta a manter sua posição em apoio ao ex-juiz Sérgio Moro e atual ministro da justiça. Esse grupo de ministros só admite mudar de posição caso haja “algo grave, como uma prova fraudada ou algum tipo de armação maliciosa”, o que, diz, não viu até agora.

Os ministros que falam em defesa da operação e de Moro dizem que a Lava Jato conseguiu colecionar a antipatia de grupos opostos, unindo interesses de diferentes espectros da política contra sua atuação.

No entanto existe sim uma cisão no Supremo sobre o assunto, e um outro grupo de integrantes, já admite ver crime em situações desveladas pelas mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil.

Redação com Folha SP

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Justiça nega pedido do PT contra Olavo de Carvalho

Nesta segunda-feira (15), o ministro Luiz Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o pedido da coligação do candidato do PT, Fernando Haddad, para remover 21 postagens do professor,

Política 0 Comentários

PÁTIO DEMONSTRA APOIO A PRÉ- CANDIDATURA DE VALDIR CORREIA PARA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

No ato político do partido Solidariedade em Rondonópolis, na segunda-feira (19), onde foi apresentado como pré-candidato a deputado federal Dr. Leonardo. Outro pré-candidato ganhou evidência junto ao presidente estadual do

MORO PERGUNTA A DEPUTADO QUE O CHAMOU DE LADRÃO, E QUEM DEFENDE CABRAL E CUNHA?

Foi em confusão que encerrou, ontem à noite, a audiência do ministro Sérgio Moro com deputados federais. “A história não absolverá o senhor”, lhe disse o deputado carioca Glauber Braga,