Setembro Amarelo

Setembro Amarelo

Secretaria Municipal de Saúde intensifica ações de prevenção ao suicídio

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, a Secretaria Municipal de Saúde intensifica as ações em Saúde Mental na busca de reduzir o número de casos. Neste mês, haverá capacitação dos profissionais das unidades básicas de saúde sobre o tema e orientações gerais à população sobre como buscar atendimento em casos de ideações suicidas ou após tentativas de suicídio.

A Coordenação do Programa de Saúde Mental do Município destaca que a Saúde vem ampliando o atendimento na área em busca de reduzir o número de casos. A meta é uma diminuição de pelo menos 10% nos casos até 2020.

Para que as pessoas tenham um atendimento de qualidade e eficiente novas iniciativas tiveram início. A coordenadora do Programa de Saúde Mental, Mariá Miranda Rocha, informa que as pessoas com ideações suicidas, que já tentaram suicídio, além das famílias que tiveram casos registrados, podem buscar auxílio diretamente na Policlínica Central todas as quartas-feiras, das 17h às 19h, no Ambulatório de Saúde Mental para atendimento em terapêutica especializada.

Nas quartas, uma equipe de psicólogos e estagiários do último ano de Psicologia da UFMT atendem quem precisa com terapias em grupo e individual. Para participar, as pessoas ou familiares devem comparecer no horário estipulado no local sem necessidade de fazer qualquer tipo de agendamento. Os atendimentos às famílias e àqueles que precisam de auxílio são diferenciados.

Quem estiver com problemas psicológicos ou ideações suicidas também pode procurar uma unidade básica de saúde do município ou ainda comparecer diretamente na Policlínica Central, no Ambulatório de Saúde Mental de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h para a escuta especializada terapêutica.

Mariá destaca que o município está ampliando os serviços prestados na área de Saúde Mental para que as pessoas busquem auxílio psicológico, o que é essencial na prevenção do suicídio. “É preciso fornecer possibilidades terapêuticas para quem precisa e assim reduzir o número de casos de suicídios registrados na cidade”, reforça.

Casos

Em Rondonópolis, entre o primeiro semestre de 2018 e o mesmo período de 2019, foi registrada uma queda de mais de 50% nos casos de suicídio. No primeiro semestre de 2018, ocorreram 11 casos, enquanto no mesmo período de 2019 houve o registro de quatro casos. A maior quantidade deles ocorre entre pessoas de 15 a 29 anos.

Contudo, a Secretaria de Saúde ressalta que o alerta deve ser máximo, já que conforme dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ocorreu aumento no número de tentativas de suicídio. Enquanto no primeiro semestre de 2018, 59 pessoas tentaram tirar a própria vida, no mesmo período de 2019 foram 91.

A coordenadora do Programa de Saúde Mental ainda destaca que o número de tentativas de suicídio pode ser maior em Rondonópolis, pois algumas pessoas podem passar por atendimento médico sem informar que tentou suicídio, ou esta tentativa não ser devidamente identificada e notificada.

Ação de prevenção

Para ela, a prevenção é a melhor forma de se combater o suicídio, com auxílio terapêutico, que envolve o trabalho de uma equipe multidisciplinar com psicólogos, assistentes sociais e quando o caso necessitar, também de psiquiatras.

A busca de ajuda é fundamental na prevenção. Procurar uma unidade básica de saúde, o Ambulatório de Saúde Mental, participar das terapêuticas em grupo e individuais, bem como bsucar auxílio imediato pelo CVV no número 188 pode salvar vidas.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS

ORESTES MIRAGLIA: REGULAMENTAÇÃO DO UBER DEVE SEGUIR CRITÉRIOS EQUIVALENTES AOS TAXISTAS

O vereador Orestes Miraglia (SD), vice-presidente da Comissão Constituição e Justiça da câmara de Rondonópolis, defende a regularização do Uber e aplicativos. No entanto o vereador entende  que o processo

Notícias

GALLI SOLICITA À PGR PROIBIÇÃO NACIONAL DA PEÇA TEATRAL QUE RIDICULARIZA SÍMBOLOS CRISTÃOS

O deputado federal Victório Galli (PSL) encaminhou, na quarta- feira (8), um ofício solicitando a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que mova uma ação judicial para PROIBIR nacionalmente a peça

Destaques

Bolsonaro recebe Prêmio em Dallas (EUA)

Jair Bolsonaro, recebendo prêmio em Dallas: “Até hoje sofremos com a mídia brasileira. Até venho sempre dizendo: ‘Se vocês fossem isentos, já seria um grande sinalizador de que o Brasil