SELMA ARRUDA TERIA “USADO DINHEIRO PÚBLICO PARA ATOS DE FILIAÇÃO DO PSL”, DIZ REVISTA

SELMA ARRUDA TERIA “USADO DINHEIRO PÚBLICO PARA ATOS DE FILIAÇÃO DO PSL”, DIZ REVISTA

Por Eduardo Barretto

A senadora Selma Arruda, do PSL de Mato Grosso, usou verba do Senado para participar de atos de filiação do partido no estado.

Arruda foi a três eventos partidários: em Cuiabá, Sorriso e Sinop, de 16 a 18 de agosto.

No dia 16, sexta-feira, ela e dois assessores de seu escritório parlamentar em Mato Grosso se hospedaram em Sinop. A conta do hotel para o Senado ficou em R$ 659.

No mesmo fim de semana, a Casa também bancou, na cota para exercício da atividade parlamentar, R$ 662 de combustível, R$ 94 de alimentação e R$ 1.734 com o voo da senadora de Brasília para Sinop, com escala em Cuiabá, na sexta-feira.

“Graças a Deus conseguimos muitas filiações. Eu quero agradecer a todos e dizer para vocês, ainda é tempo. Vem para o 17, vem com a gente!”, disse Arruda em um vídeo gravado no dia 17, ao lado de um boneco de Jair Bolsonaro.

Ex-juíza eleita sob forte discurso anticorrupção, conhecida como “Moro de saias”, Selma Arruda teve o mandato cassado pelo TRE estadual, por caixa dois e abuso de poder econômica. Ela recorre ao TSE para manter o mandato no Senado.

Procurada, Arruda afirmou que a viagem de fim de semana em que houve três atos de filiação do PSL “não se destinou exclusivamente aos atos de filiação do PSL, mas também a outros compromissos e reuniões de interesses parlamentares e políticos”.

(Por Eduardo Barretto)

OUTRO LADO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A viagem ao Estado de Mato Grosso realizada entre os dias 16 e 19/08, não se destinou exclusivamente aos atos de filiação do PSL, mas também a outros compromissos e reuniões de interesses parlamentares e políticos já agendados anteriormente nessas cidades. Em razão disso, houve a necessidade de deslocamento terrestre de equipe de apoio e a consequente utilização da verba para o exercício parlamentar, em conformidade com as regras estabelecidas pelo Senado Federal.
Cabe ressaltar que esse tipo de agenda envolvendo ações parlamentares e outras atividades é frequente na rotina parlamentar.

Redação com `REVISTA ÉPOCA

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

Tereza Cristina promete tratamento especial à agricultura familiar

Incorporada ao Ministério da Agricultura a partir de 1º de janeiro de 2019 com a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a agricultura familiar deve ter tratamento especial. A promessa

Destaques 0 Comentários

Projeto de lei sobre “botão do pânico” é aprovado em segunda votação

Conforme o deputado Delegado Claudinei (PSL), autor da proposta, a ferramenta auxiliará na segurança preventiva de mulheres em situação de violência doméstica e familiar, sendo sua implantação realizada pelo Poder

Política 0 Comentários

BOLSONARO E GALLI INICIAM FORMAÇÃO DO EXÉRCITO PARA A CAMPANHA DE 2018.

Magno Malta, Victório Galli, Onyx Lorenzoni, Delegado Francischini, Delegado Waldir, Irmão Lázaro entre outros caminham para estar no palanque de Bolsonaro em 2018. Há um convite do presidenciável Bolsonaro para

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta