SEMA MT:  MULTA FAZENDA EM R$ 1,3 MILHÃO POR CRIME AMBIENTAL NO RIO SÃO LOURENÇO

SEMA MT: MULTA FAZENDA EM R$ 1,3 MILHÃO POR CRIME AMBIENTAL NO RIO SÃO LOURENÇO

Crime foi denunciado por pescadores

Após a publicação de uma matéria no dia 4 de agosto de 2020, no Marreta Urgente em que uma denúncia realizada por pescadores com vídeo, relata que uma fazenda na região entre Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço, teria cometido crime ambiental. Na data de 03 de setembro de 2019 foi protocolado uma denúncia junto a Ouvidoria Geral do Estado de Mato Grosso.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) enviou uma nota a redação;

Em relação à matéria “Sema-MT arquiva denúncia de crime ambiental e revolta pescadores”, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, esclarece que:

1. Em atendimento às denúncias feitas pelos pescadores, a Superintendência de Fiscalização realizou as diligências necessárias para averiguação do fato;

2. Diante das irregularidades na dragagem do rio São Lourenço, foram aplicadas multas administrativas no valor total de R$ 1,3 milhão;

3. O empreendedor teve a área embargada e foi notificado a retirar todos os materiais e a revegetar a área degradada.

O processo segue agora os ritos administrativos, garantido o direito de ampla defesa do empreendedor, conforme legislação ambiental. A Sema se coloca à disposição para mais esclarecimentos e reitera seu compromisso com o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso.

Assessoria de Comunicação e Imprensa– SEMA MT

Redação

Talvez você também goste

Mato Grosso

CPI do Paletó é arquivada pela base de Pinheiro na Câmara por 13 votos a 9

Sem surpresa, e após três anos de investigações se arrastando na Câmara Municipal de Cuiabá, a base do prefeito na Casa de Leis cuiabana venceu nesta quinta-feira (16), a queda

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

THIAGO SILVA REIVINDICA AMPLIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ENTREGA DOS CORREIOS

Essa semana o vereador Thiago Silva recebeu da Superintendência Regional dos Correios uma relação dos bairros que não são atendidos com os serviços de entrega dos correios, em resposta a

Destaques 0 Comentários

CHEQUES DE ALVO PAGARAM CONTAS DE NININHO, AFIRMA TSCHALES TSCHÁ

O ex-assessor do deputado estadual Ondanir Bortolini “Nininho”, Tschales Tschá, afirmou que os cheques recebidos em 2014 do então sócio da Santos Treinamento (empresa investigada na Operação Bereré), Claudemir Pereira,