Sem fiscalização: Empresa  cria “estacionamento particular” em Rondonópolis

Sem fiscalização: Empresa cria “estacionamento particular” em Rondonópolis

Nos últimos dias, algumas denúncias e fotos, chegaram a redação do Marreta Urgente sobre um fato que está ocorrendo, constantemente na Rua Araçatuba, Vila Marinópolis na cidade de Rondonópolis -MT, uma empresa resolveu realizar a “demarcação” da via pública com caixas de madeira.

Esse tipo de reserva, com cones, caixas ou outros objetos, que tem se tornado prática comum, principalmente em áreas comerciais com o objetivo de “reservar” vagas de estacionamentos é totalmente irregular e passível de multas. Inclusive com pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o infrator.

O que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

Art. 246. Deixar de sinalizar qualquer obstáculo à livre circulação, à segurança de veículo e pedestres, tanto no leito da via terrestre como na calçada, ou obstaculizar a via indevidamente:

        Infração – gravíssima;

        Penalidade – multa, agravada em até cinco vezes, a critério da autoridade de trânsito, conforme o risco à segurança.

        Parágrafo único. A penalidade será aplicada à pessoa física ou jurídica responsável pela obstrução, devendo a autoridade com circunscrição sobre a via providenciar a sinalização de emergência, às expensas do responsável, ou, se possível, promover a desobstrução.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), capítulo III, das Normas Gerais de Circulação e Conduta, sobre a utilização de cones em vias públicas, proíbe os usuários das vias terrestres de constituir perigo ou obstáculo para o trânsito de veículos, de pessoas ou de animais, ou ainda causar danos a propriedades públicas ou privadas, assim como abster-se de obstruir o trânsito ou torná-lo perigoso, atirando, depositando ou abandonando na via objetos ou substâncias, ou nela criando qualquer outro obstáculo.

O órgão que pode regulamentar as vagas de proibido estacionar, é a autoridade de trânsito, segundo “print” recebido na denúncia, foi enviada mensagem endereçado ao gerente de fiscalização José Severino Silva Neto, que visualizou e sequer respondeu.

Redação

Talvez você também goste

Não categorizado

OS 3 CANDIDATOS A PREFEITO COM MAIOR PATRIMÔNIO EM MT

Segundo os dados da a Justiça Eleitoral, foram registradas 480 candidaturas ao cargo de prefeito em 141 municípios do estado de Mato Grosso. E todos os candidatos devem apresentar a

Não categorizado

PF prorroga investigação contra senador Wellington Fagundes

A Polícia Federal (PF) solicitou a prorrogação de mais 90 dias no inquérito policial que investiga o senador Wellington Fagundes (PL), acusado de receber dinheiro via caixa dois da empresa

Notícias

Horário do comercio em Rondonópolis deverá ter jornada reduzida

Uma reunião emergência foi realizada na manhã desta sexta-feira (20/03) entre o Sindicato do Comércio Varejista de Rondonópolis (Sincomroo), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato dos Empregados no Comércio de