ROTATIVO RONDON “DESRESPEITO” AO USUÁRIO PARTE II

ROTATIVO RONDON “DESRESPEITO” AO USUÁRIO PARTE II

CONSUMIDORES SÃO DESRESPEITADOS DIARIAMENTE COM PÉSSIMO SERVIÇO

Nos últimos meses o Rotativo Rondon, tem gerado desconfiança da população pelo péssimo serviço prestado principalmente pela falta de respeito no tratamento dispensado aos usuários do estacionamento rotativo.

Na sexta-feira (17) usuários enviaram suas reclamações sobre a empresa que administra o rotativo, em uma das reclamações está a de uma consumidora que foi desrespeitada .

Segundo a consumidora, ao chegar na vaga de estacionamento acionou o aplicativo como de costume, quando foi sair com o veiculo da vaga notou que a funcionária do rotativo estava acionando novamente o dispositivo. Então ela parou e desceu do veiculo para saber o que  estava acontecendo, a funcionária limitou-se a dizer que ela estava estacionando e não havia efetuado o pagamento.

A consumidora explicou que estava indo embora e por isso havia desativado o aplicativo, foi quando surpreendentemente a colaboradora  lhe disse que ela só poderia desativar o aplicativo após sair com o veiculo da vaga.

Imediatamente a consumidora replicou: ” Você quer que eu cometa uma infração ao utilizar o celular com veiculo em movimento”.

A colaboradora disse que não poderia estornar o valor e a situação acabou em uma discussão acirrada.

Levado ao conhecimento da empresa a mesma reconheceu o erro, no entanto ainda não ressarciu à consumidora.

Este e outros fatos semelhantes ocorrem diariamente, com a empresa Rotativo Rondon que assim como” um barco à deriva navega em sua pífia administração”, com colaboradores totalmente despreparados, que sequer sabem manusear os equipamentos.

São colocados na rua para prestar o serviço sem nenhuma capacitação.

O resultado aparece com problemas diversos. Poucos são os colaboradores que realmente sabem fazer seu trabalho, é preciso uma intervenção nestas situações antes que coisas mais graves venham a ocorrer.

A reciclagem pode começar pela administração da empresa, pois os colaboradores são reflexos da péssima condução administrativa.

 

 

Redação

 

 

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

Filho não reconhecido de ex-dono da Caloi herda dívida de R$ 380 milhões

Apesar de ficar reconhecido pela produção das famosas bicicletas, o sobrenome também envolve um imbróglio judicial entre os herdeiros de Bruno Caloi. O empresário deixou uma dívida milionária e ela

Destaques 0 Comentários

NOVA DIRETORA DA CODER AFIRMA : “NEM JESUS CRISTO, CONSEGUE RESOLVER”.

Na sabatina realizada pelos vereadores aos integrantes da nova diretoria da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), durante a sessão desta quarta-feira (21), ficou evidente que a situação da autarquia

Notícias 0 Comentários

Sebastião Rezende anuncia ordem de serviço para recuperar Anel Viário de Rondonópolis

Após anos de luta, o deputado estadual Sebastião Rezende recebeu nesta segunda-feira (9/9) a informação de que o governador Mauro Mendes virá a Rondonópolis nesta quinta-feira (12/9) para assinar a

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta