RONDONÓPOLIS: ACIDENTES COM VÍTIMAS DIMINUEM

RONDONÓPOLIS: ACIDENTES COM VÍTIMAS DIMINUEM

Conforme dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Rondonópolis os acidentes traumáticos registrados na cidade entre 2017 e 2018 tiveram uma ligeira queda, passando de 6.332 casos em 2017, para 6.302 em 2018. Contudo, ainda há preocupação com os acidentes de trânsito, especialmente, as colisões entre carros e motocicletas.

Se em 2017, as colisões entre carros e motocicletas representavam 25,16% do total de atendimentos com trauma do Samu, com 1.593 pessoas atendidas, em 2018 esse número subiu para 26,63% do total dos casos registrados, com 1.678 atendimentos.

Dados referentes às colisões entre dois carros, atropelamentos, colisões em postes, árvores e muros, quedas de motocicletas e bicicletas, bem como capotamentos se mantiveram relativamente estáveis. Outros acidentes como queimaduras, quedas, afogamentos, choques elétricos e acidentes com animais peçonhentos também tiveram registros dentro de uma mesma média.

Para buscar reduzir os acidentes que envolvem carros e motocicletas e que geralmente deixam vítimas, a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat) reforça que a conscientização é o melhor caminho. O secretário da Pasta, Rodrigo Metelo, explica que o respeito à sinalização e à velocidade máxima indicada nas vias é fundamental. As leis de trânsito também devem ser seguidas, principalmente, quando se fala em dirigir sem ingestão de bebidas alcoólicas.

O cidadão também pode contribuir com a Setrat quando verificar que um condutor esteja desrespeitando as leis de trânsito, entrando em contato das 6h às 18h pelo telefone (66) 3411-5300 no ato em que verificar a infração para que um agente de fiscalização de trânsito possa se dirigir até o local imediatamente.

Outra forma encontrada pelo município para buscar uma melhor educação no trânsito é a fiscalização eletrônica, que não tem o intuito, conforme explica o secretário, meramente de multa ao infrator, mas a garantia de que velocidades sejam respeitadas, bem como de que as sinalizações, como as paradas em semáforos sejam práticas normais e rotineiras.

Danielly Tonin

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

STF DETERMINA: PRESO PERIGOSO DEVE FICAR EM PRESÍDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA

Os ministros da 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) confirmaram, por maioria, nesta 6ª feira (1º.mar.2019), que presos perigosos devem ser mantidos em presídios federais, no regime disciplinar diferenciado.

Destaques 0 Comentários

VEREADOR USA TRIBUNA E DETONA ROTATIVO

O vereador Vilmar Pimentel (SD) pediu em tom firme em discurso na tribuna da câmara de vereadores, que o prefeito e o legislativo apurem imediatamente a situação que envolve as

Notícias 0 Comentários

OUTDOORS DE APOIO A BOLSONARO SE ESPALHAM POR RONDONÓPOLIS E PELO BRASIL

No sábado (23) em Rondonópolis-MT, dezenas de pessoas se reuniram em frente ao outdoor fixado na Rua Dom Pedro II, que mostra a imagem de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) com as