REUNIÃO COM FORÇAS ARMADAS RESPALDOU GOVERNO TEMER

REUNIÃO COM FORÇAS ARMADAS RESPALDOU GOVERNO TEMER

Os comandos das três Forças Militares (Marinha, Exército e Aeronáutica) fizeram questão de garantir, neste momento de crise políticam sua total subordinação aos preceitos constitucionais, em notas divulgadas neste sexta-feira.

A manifestação ocorreu horas depois de um encontro com o presidente Michel Temer e num momento de instabilidade política.

Nos textos, os comandantes militares disseram que foram “convocados” para o encontro onde se discutiu a conjuntura atual. Os comandantes militares destacam que as Forças Armadas têm seu papel determinado pela Constituição. O cuidado foi para evitar interpretações de que o encontro com Temer poderia ser um apoio ao presidente neste momento.

Temer se reuniu com os três comandantes e ainda com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e com o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen. Em nota, o comandante do Exército, general Villas Bôas, “reafirma que a atuação da Força Terrestre tem por base os pilares da estabilidade, legalidade e legitimidade, e ressalta a coesão e unidade de pensamento entre as Forças Armadas”.

O general ainda fez questão de deixar clara sua posição nas redes sociais. No Twitter, escreveu que esteve com Temer e que reafirmou o “compromisso perene com a Constituição e em prol da sociedade”. Na mesma linha, a nota da Aeronáutica é assinada pelo chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, brigadeiro Antonio Ramirez Lorenzo. A nota diz que o encontro foi para “tratar da conjuntura política”.

“Como de praxe em reuniões já realizadas entre esses atores, prevaleceram a unidade de pensamento e o estrito cumprimento das normas legais, características inerentes às Forças Armadas Brasileiras”, diz a nota.

Com o mesmo tom, a Marinha divulgou nota sobre o encontro, destacando que fora “convocada” pelo ministro da Defesa. Segundo o texto, foi ” discutida a conjuntura atual e destacada a total subordinação das Forças aos ditames constitucionais”.

 

Redação com defesa net

 

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política 0 Comentários

Foi chamado de fascista? Saiba como denunciar este crime

Calúnia, difamação ou injúria: em qual ato ilícito o termo “fascista” se enquadra? Por que chamar uma pessoa de fascista é crime? E chamar o indivíduo de “comunista” também é

Destaques 0 Comentários

Área comprada e desapropriada para a construção de novo posto de saúde do Sumaré

A área onde será construído o novo Posto de Saúde do bairro Jardim Sumaré em Rondonópolis já foi comprada e desapropriada para o inicio da obra. Trata-se de um espaço

TIRO,PORRADA E BOMBA: SAÍDA DE DOGDE DA PGR

A procuradora-geral da República Raquel Dodge tirou seu último dia no cargo para sair atirando em pautas caras ao governo de Jair Bolsonaro. Ela enviou ao Supremo pareceres que consideram

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta