RENAN CALHEIROS É O FAVORITO NO MDB E PODERÁ NOVAMENTE PRESIDIR O SENADO

RENAN CALHEIROS É O FAVORITO NO MDB E PODERÁ NOVAMENTE PRESIDIR O SENADO

O MDB, partido com a maior bancada no Senado –12 congressistas–, reúne-se nesta 5ª feira (31.jan.2019) para decidir que posicionamento toma nas eleições para a presidência da Casa. Segundo o líder interino da sigla, José Maranhão (PB), o MDB terá candidato próprio.

Os nomes cotados são o do alagoano Renan Calheiros (AL), que já presidiu a Casa 4 vezes e nega a candidatura, e o de Simone Tebet (MS). A congressista se apresentou oficialmente como concorrente no pleito.

Depois do encontro da bancada na 3ª, a senadora saiu enfraquecida. Foi a sul-matogrossense quem convocou o encontro para esta 3ª na expectativa de antecipar uma decisão. Saiu sem que nada fosse decidido e ainda teve de sair do cargo de líder para manter sua candidatura. “Eu não tenho condições de abrir mão dessa disputa dentro do MDB”, disse.

O líder interino do MDB, senador José Maranhão (PB), rejeitou a possibilidade de o MDB ter uma candidatura avulsa, opção cogitada pela senadora Simone Tebet (MS), caso Renan consiga vencer a disputa dentro da bancada.

José Maranhão afirmou que a decisão de não ter candidatura avulsa de algum senador do MDB ficou “muito claramente esclarecida” na reunião. “Regimentalmente não existe candidatura avulsa e o MDB não iria criar essa ficção para fazer aquilo que é muito mais complicado”, declarou.

O atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (CE), também defendeu que o partido tenha candidatura única.

QUEM SÃO OS CANDIDATOS

Além dos 2 emedebistas, há outros 7 que se apresentaram para a disputa:

Major Olímpio (PSL-SP)
Espiridião Amin (PP-SC)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Alvaro Dias (Podemos-PR)
Angelo Coronel (PSD-BA)
Reguffe (sem partido)

VOTO ABERTO OU FECHADO

Na 3ª feira (29.jan), o PSD decidiu que tentará forçar uma decisão em plenário sobre a votação para a presidência da Casa ser aberta ou fechada. A legenda será apoiada pelo PSDB. Acreditam que é a saída para derrotar Renan Calheiros. Simone Tebet apoia a ideia.

É esperado que a votação seja fechada, como consta no regimento interno do Senado.

A questão de ordem será apresentada pelo senador Lasier Martins (PSD-RS). O presidente da sessão decidirá se aceita ou não.
O STF (Supremo Tribunal Federal) já se manifestou por meio do seu presidente, ministro Dias Toffoli, que deixou a decisão por conta do Senado. O senador Lasier Martins tinha feito 1 pedido à Corte e garantido por meio de liminar que a votação fosse aberta, mas Toffoli derrubou a decisão.

Redação com Poder 360

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Polícia 0 Comentários

PECUARISTA É ASSASSINADO A TIROS EM LEILÃO

Um Pecuarista foi assassinado, no estacionamento da Lance Livre Leilões em Rondonópolis na noite desta quinta-feira (14). Nelson Gomes Bento, estacionou a sua caminhonete Amarok e ao desembarcar do veiculo

Destaques 0 Comentários

BLAIRO MAGGI É DENUNCIADO POR CORRUPÇÃO ATIVA PELA PGR

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), por corrupção ativa, sob a acusação de ter participado

Variedades / Entretenimento 0 Comentários

ÁGUAS QUENTES CIDADE DE PEDRA: CARNAVAL PARA FAMÍLIA COM MATINÉ E PRÓXIMO A NATUREZA

 As Águas Quentes Cidade de Pedra que ficam a 25 km da cidade de Rondonópolis -MT,na Rodovia do Peixe proporciona completa estrutura de lazer para diversão e entretenimento.Com cinco tanques