RECEITA FEDERAL INVESTIGA MAIS DE 130 AUTORIDADES

RECEITA FEDERAL INVESTIGA MAIS DE 130 AUTORIDADES

A investigação da Receita sobre 134 autoridades continua a dar o que falar. Um dos investigados, o ministro do STF Gilmar Mendes conversou com Bolsonaro por telefone sobre a atuação dos fiscais, chamados pelo ministro de ‘milícia’ e comparados a agentes da KGB soviética e da Gestapo nazista. No telefonema, o presidente se disse preocupado com o caso e pediu sugestões a Gilmar para superar a crise.

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, pediu que a PF investigue o vazamento de informações sobre os investigados. “Os meliantes vazaram meias verdades para gerar intrigas e dissidia no governo”, disse.

Enquanto isso… A defesa de Paulo Vieira de Souza, ex-presidente da Dersa e apontado como operador do PSDB, mandou diretamente ao próprio Gilmar uma Reclamação (instrumento que aponta descumprimento de decisões do STF) contra a prisão dele pela Lava-Jato. Paulo Preto, como é conhecido, havia sido preso duas vezes no ano passado e solto por ordem do ministro.

E por falar… Luiz Fux, do STF, negou foro especial e manteve o caso do ministro do Turismo, Marcelo Ângelo Antônio, na Justiça de Minas. Antonio é acusado de patrocinar um esquema de candidatas laranja do PSL para desviar dinheiro.

Redação com Meio

Compartilhe: