QUEM PAGOU O ADVOGADO DE ADÉLIO BISPO. SEGUNDO A PF

QUEM PAGOU O ADVOGADO DE ADÉLIO BISPO. SEGUNDO A PF

O colunista Lauro Jardim “O Globo”, publicou uma descoberta da PF sobre quem pagou o advogado de Adélio Bispo.

Zanone sustentou desde o início que o dinheiro para defender Adélio lhe foi dado por “um religioso de Montes Claros (MG)”, que não queria aparecer. Só que a investigação da PF, em fase final, aponta para uma novidade: ninguém pagou pela defesa. O advogado resolveu assumir o caso de graça e inventou uma história.

A motivação foi a mesma que o levou a defender gratuitamente Bola, o ex-policial que se envolveu no caso do goleiro Bruno. Zanone queria faturar com os holofotes de um caso supermidiático.

Bem ninguém vai questionar a investigação da PF, no “Me Engana Que Eu Gosto”, os participantes quere nos fazer acreditar que todo o acontecimento não teve nenhum envolvimento profissional, apenas um ato de esquizofrenia.

Essa sim foi uma trama para confundir a todos, o Adélio Bispo é considerado “louco”, porém não rasga dinheiro e seu advogado é considerado normal e “rasga dinheiro”.

Para o mundo, eu quero descer! É muita história para minha a imaginação suportar.

Marreta Neles.

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

JACARÉ ‘PASSEIA’ NO BAIRRO STA.TEREZINHA EM VÁRZEA GRANDE MT E ASSUSTA MORADORES

Um jacaré assustou os moradores ao andar pela Rua Atlântica no Bairro Santa Terezinha, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na tarde deste sábado (20). O Marreta Urgente recebeu

Notícias 0 Comentários

MEDEIROS SERÁ BOLSONARO NA DISPUTA PELA PREFEITURA DE RONDONÓPOLIS

O presidente da república Jair Bolsonaro deverá indicar o Vice-líder do governo, deputado federal José Medeiros (Podemos) como o nome como pré-candidato à prefeitura de Rondonópolis-MT. A segunda economia do

Destaques 0 Comentários

CASSAÇÃO DE MANDATO: SENTENÇA DO JUIZ ELEITORAL DE CUIABÁ REACENDE “CASO SEMELHANTE” EM RONDONÓPOLIS

O juiz Gonçalo Antunes de Barros Neto, da 55ª Zona Eleitoral de Cuiabá, determinou a cassação do mandato do vereador Elizeu Francisco do Nascimento (PSDC), de Cuiabá. A decisão foi