NELSON BARBUDO APOIA BIVAR E FICA CONTRA BOLSONARO

NELSON BARBUDO APOIA BIVAR E FICA CONTRA BOLSONARO

O PSL terá R$ 359 milhões em fundo partidário para as eleições de 2020, uma verdadeira fortuna para controlar. Deste valor cerca de 5% seriam para o diretório do partido no estado de Mato Grosso aproximadamente R$ 17,7 milhões.

Apresentando os valores é fácil de entender porque o deputado federal Nelson Barbudo, que é o presidente da legenda em MT, não assinou a nota de apoio a Jair Bolsonaro, divulgada por parlamentares do PSL.

A nota assinada por Carla Zambelli, Bibo Nunes, Alê Silva, Chris Tonietto, Aline Sleutjes, Carlos Jordy, Filipe Barros, Sanderson, General Girão, Luiz Lima, Bia Kicis, Hélio Lopes, Cabo Junior Amaral, Luiz Philippe de Orleans e Bragança, Guiga Peixoto, Márcio Labre, Vitor Hugo, Eduardo Bolsonaro, Daniel Silveira e Coronel Armando.

Relata que os parlamentares estão “comprometidos com o projeto de um novo Brasil, que foi e que é encabeçado pelo nosso presidente Jair Bolsonaro”. E cobram “novas práticas” do partido liderado por Luciano Bivar.

Esta não é a primeira insurgência de Nelson Barbudo contra “Bolsonaro”, no plenário na terça feira (8), ele estava indignado e cobrou explicações de Eduardo Bolsonaro. Barbudo se diz íntimo de Luciano Bivar; a mesma retorica quando se elegeu afirmando ser o “melhor amigo” do capitão.

Nos bastidores comenta-se que Nelson Barbudo, agora faz parte da lista de “Persona non grata” no palácio do Planalto.

Nota de apoio a Bolsonaro

Nós, parlamentares do PSL, comprometidos com o projeto de um novo Brasil, que foi e que é encabeçado pelo nosso presidente Jair Bolsonaro, reiteramos o acordo firmado em 2018 com a grande maioria dos brasileiros de construir um país livre da corrupção, em nome dos valores republicanos voltados à consolidação da nossa bandeira de ética na democracia e de justiça social.

Para isso, é necessário construir uma plataforma partidária ampla, cujo núcleo central é a solidez de um partido orientado pelos princípios e valores expostos acima, que nos foram confiados e seguem sendo defendidos pelos brasileiros. Esse partido, para nós, ainda é o PSL.

Mas para que partido contribua para o estabelecimento de uma nova política, é preciso que a atual direção adote novas práticas, com a instauração de mecanismos que garantam absoluta transparência na utilização de recursos públicos e democracia nas decisões.

Isso se torna ainda mais importante levando em conta que no ano que vem serão realizadas eleições municipais, nas quais esperamos ver o povo brasileiro reafirmar as ideias e conceitos que garantiram a eleição do presidente Jair Bolsonaro.

Não perdemos as esperanças na criação de um canal de diálogo que resulte na reunificação dos que foram eleitos com essas bandeiras. É isso o que a sociedade brasileira quer.

Assim, temos certeza de que essa é a vontade de todos e de cada um de nós filiados: a construção de um partido forte, transparente, democrático e que represente os anseios da sociedade brasileira.”

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

Covid-19: Prefeito cria auxilio de R$ 700 para 8 fiscais; médicos e enfermeiros ficam fora do decreto

Um decreto do Prefeito de Juscimeira-MT (157 Km de Cuiabá), Moisés dos Santos (PSDB) que criou um auxilio extra de R$ 700 para trabalhadores da saúde, por conta da pandemia

Destaques 0 Comentários

Rússia atacou e capturou três navios da Ucrânia

Ontem (25), autoridades do Kiev acusaram a Russia de atacar e capturar três navios da Marinha da Ucrânia no largo da Crimeia. Dois marinheiros ficaram feridos. A tensão aumenta no

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

COMERCIANTES INDIGNADOS RECLAMAM DA DEMORA NA CONCLUSÃO DE OBRA DA RUA FERNANDO CORRÊA EM RONDONÓPOLIS

Nos últimos trinta dias, moradores e comerciantes da Rua Fernando Corrêa da Costa, entre a ponte do Rio Arareau e a Avenida Lions Internacional. No entorno da área entre o

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta