PSDB QUER FECHAR ALIANÇA COM PSL DE BOLSONARO

PSDB QUER FECHAR ALIANÇA COM PSL DE BOLSONARO

O PSDB do governador Pedro Taques, busca selar de vez a aliança com o PSL de Mato Grosso e segundo informações na segunda-feira (16) uma reunião que foi adiada possivelmente deve ocorrer na quarta-feira para concretizar o assunto.

Atualmente o PSL é considerado um “diamante cobiçado” por várias siglas, pois nacionalmente tem o presidenciável Jair Bolsonaro liderando as pesquisas.No estado de Mato Grosso também tem despontado um trio: A juíza aposentada 2ª colocada nas pesquisas para o senado, o deputado federal Victório Galli aparece em 3º lugar nas pesquisas para a câmara federal e o cabo eleitoral de Jair Bolsonaro que viralizou nas redes sociais o pecuarista Nelson Barbudo também pré-candidato a deputado federal.

Em várias reuniões entre Taques e a liderança do PSL, o assunto mais discutido são as diretrizes partidárias, que apontam uma possível aliança com legendas que tenham compromisso com a transparência da aplicação do dinheiro publico e a prioridade em combater a corrupção.

Pedro Taques (PSDB) já declarou não ter nenhum problema em relação ao presidenciável Jair Bolsonaro, em caso de eventual aliança com o PSL de Mato Grosso.

Ao que tudo indica a aliança deve ser concretizada até quarta feira, no entanto o presidente do PSL estadual deputado federal Victorio Galli, informou que não existe nada de concreto nessa aliança e que o partido ainda esta debatendo internamente o caminho a ser seguido.

Para o senado Selma Arruda deve estar ao lado de Nilson Leitão o pré-candidato do PSDB.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

Preço do combustível em MT pode diminuir com produção de etanol de milho

Uma das opiniões comuns dos cidadãos que possuem pelo menos um meio de transporte particular em casa é que um dos desafios de manter os veículos é o preço do

Notícias 0 Comentários

REVISTA VEJA DIZ TER DENÚNCIA EXCLUSIVA SOBRE PT, MAS BOLSONARO JÁ DIZIA ISSO EM 2011

A estratégia da “cortina de fumaça”, criada pelo Partido dos Trabalhadores durante os 13 anos que governou o Brasil, lentamente vai se dissipando. A força-tarefa da Lava-Jato iniciou um processo

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta