Professora de Mato Grosso integrará equipe do Governo Bolsonaro

Professora de Mato Grosso integrará equipe do Governo Bolsonaro

conhecimento, a determinação, a experiência e, principalmente, a vontade de passar as informações adiante fizeram com que a professora da rede estadual de Tangará da Serra, Silvana Copceski Stoinski, vivenciasse novas experiências com a educação.

Ela, que é a primeira mulher de Mato Grosso a conhecer a Agência Espacial Americana (Nasa) e também a única mulher brasileira a participar do Instituto de Colaboração Internacional de Pesquisa Astronômica (IASC – International Astronomical Search Collaboration), agora passa a partilhar seus conhecimentos para todo o país.

A partir de agora ela faz parte do Governo do presidente Jair Bolsonaro e exercerá o cargo de Coordenadora-Geral de Popularização da Ciência e Tecnologia, da Assessoria Especial de Assuntos Institucionais do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, chefiado pelo astronauta Marcos César Pontes.

“Estou muito feliz. É uma oportunidade única”, comemorou a professora, ao afirmar que dará sequência ao trabalho hoje realizado em Tangará, porém de forma ampliada. “Estar em Brasília para trabalhar a popularização da ciência e tecnologia é o que nós já estamos fazendo aqui em Tangará da Serra, Cuiabá e região. (…) e espero colaborar ainda mais com nossos alunos, com os professores e com as escolas públicas, porque eu acredito na escola pública, acredito que os nossos alunos podem ir além de uma sala de aula”.

Graduada em Matemática e pós-graduada em Metodologia e Física de Ensino de Matemática, a professora já trabalhou em diferentes unidades educacionais de Tangará e nelas desenvolveu muitos projetos, a exemplo de 2016 quando foi orientadora de Maria Gisllany Bezerra da Silva, na Escola Estadual 13 de Maio, que ganhou o concurso de redação promovido pela agência espacial em 2016, oportunizando então a viagem para a cidade de Houston, onde fica a Nasa.

Além disso, desde 2016, ela e seus alunos participaram do Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica. E desde 2017, ela participa de campanhas de busca de asteróides do IASC com seus alunos. No ano passado, na Escola Estadual Plena Ramon Sanches Marques, ela coordenou o projeto multidisciplinar “Novo Asteroide”.

“Esse cargo não veio do dia para noite. Veio de muito trabalho, muito desenvolvimento e muita premiação que os alunos conquistaram. É um imenso prazer estar indo [fazer parte da equipe]”, finalizou, agradecendo a todos os alunos, professores, Secretaria de Educação e Assessoria Pedagógica de Tangará da Serra.

Redação com Diário da Serra

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Educação 0 Comentários

Thiago Silva cobra do Governo a construção de escolas no Alfredo de Castro e Mathias Neves

O deputado estadual Thiago Silva, cobrou novamente na tribuna da Assembleia Legislativa, a necessidade de construção por parte do Estado, de escolas para atender a populosa região dos bairros Alfredo

Educação 0 Comentários

Veterinárias usam teatro de fantoches para informar crianças sobre a leishmaniose

Com o objetivo de levar informações sobre o combate, a transmissão e os sintomas da leishmaniose, médicas veterinárias da Unidade de Controle em Zoonoses (UVZ) estão visitando escolas da cidade

Educação

PROJETO TRANSFORMANDO VIDAS – SEGUNDA TEM AULA INAUGURAL

A Prefeitura de Rondonópolis e a Obra Kolping firmaram uma nova parceria e agora oferecem 1.200 vagas de cursos de capacitação pelo projeto Transformando Vidas. Toda a população está convidada