PRESIDENTE DO CONSEG COBRA  VIATURAS PROMETIDAS PELO ESTADO E AGILIDADE NAS AÇÕES DO GASP

PRESIDENTE DO CONSEG COBRA  VIATURAS PROMETIDAS PELO ESTADO E AGILIDADE NAS AÇÕES DO GASP

O presidente do Conseg área central de Rondonópolis, Valdir Aparecido Pereira Farinha não concorda com os números apresentados pela SESP (secretaria estadual de segurança pública), sobre diminuição de roubos e furtos.

Segundo Valdir, o número de homicídios realmente diminuiu na região de Rondonópolis, no entanto roubos e furtos a residências  e carros, além de todo o dia aparecer algum comércio com suas portas de vidros “estouradas” continuam constantes no município.

Ele também cobrou do atual Secretário de Segurança Pública Gustavo Garcia, atual Secretário uma promessa da SESP de entrega de 30 viaturas, sendo que somente  10  foram disponibilizadas. O compromisso é do governo do estado  e da secretaria de segurança. Irei fazer a cobrança independente de quem estiver gerindo a pasta. (a promessa foi confirmada pelo ex-secretário de segurança Rogers Jarbas).

“Nossa luta pela segurança não e de hoje e os conselhos comunitários de segurança (CONSEG’S), continuaram fazendo sua parte em relação  às promessas do governo”. Disse Valdir

Outra questão levantada pelo presidente do conseg foi sobre o gabinete de apoio à segurança publica (GASP)  comandado por Valdemir Castilho Soares, o Biliu.

Na opinião de Valdir o GASP, não tem sua atividade efetiva como deveria e criticou os serviços quase que voluntários que os policiais e bombeiros  realizam para a prefeitura.

“É como se o prefeito Zé Carlos do Pátio, ficasse pedindo favores aos órgãos de segurança que cuidam do patrimônio municipal, existe um convenio para isso, mas até agora o contrato não foi homologado entre estado e prefeitura. Então os policiais acabam prestando um serviço gratuito para no município seja na UPA, no Aeroporto ou qualquer outro órgão”.

A reclamação existente também, de que  nos últimos dias o número de emergência (190), está com problemas técnicos e não completa a ligação.

“É um absurdo que a segurança pública continue a capengar seja com falta de viaturas ou  serviço de chamadas de  emergência”.

Como presidente do Conseg continuarei minha labuta pela  segurança pública, que  é dever do estado e um direito da população. Concluiu Valdir.

Uma reunião entre GASP e CONSEG´S está marcada para os próximos dias, a fim de resolver algumas demandas dos conselhos de segurança.

 

Redação

 

 

Compartilhe: