“PREFEITURA NÃO FEZ ADIANTAMENTO E DEVE R$ 6 MILHÕES”, DIZ SANTA CASA DE RONDONÓPOLIS

“PREFEITURA NÃO FEZ ADIANTAMENTO E DEVE R$ 6 MILHÕES”, DIZ SANTA CASA DE RONDONÓPOLIS

Após a prefeitura de Rondonópolis divulgar na quarta-feira (10), que aportou R$ 2 milhões para que a Santa Casa de Rondonópolis utilize em leitos para UTI por conta do Covid -19, o Diretor Presidente Sinésio Gouveia de Alvarenga, conversou com a reportagem do Marreta Urgente e contrapôs os argumentos utilizados pelo executivo.

Segundo as informações, os valores destinados pela prefeitura para a entidade não são adiantamentos, e sim valores referentes aos serviços prestados no mês de maio.  Pelos cálculos contábeis existem ainda cerca de R$ 6.442.730,00, que pertencem a instituição e estão pendentes de pagamento, todos os valores refere-se a serviços prestados pela Santa Casa.

Esses valores são fundamentais para a sobrevivência da instituição, afinal a Santa Casa atravessa sérias dificuldades e necessita do dinheiro para adquirir insumos, pagamento dos funcionários e fornecedores, e também para a implantação de novos leitos de UTI.

Existem verbas federais, que estão aguardando a liberação, segundo a diretoria, o dinheiro estaria na conta da prefeitura. Antecipação de verba seria se além do que está previsto receber, o poder executivo aportasse valores fora destes citados.

“Em suma, pagar tudo que está retido e antecipar mais R$ 2 milhões, para serem utilizados em combate a pandemia do covid-19. Isso entendo ser antecipar verba”. Disse Sinésio.

O que a Santa Casa realmente precisa é que o poder público, seja parceiro e repasse com urgência os valores destinados a instituição de Rondonópolis.

Talvez você também goste

Política 0 Comentários

GALLI ASSUME FUNÇÃO AO LADO DE BOLSONARO

Foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18), a nomeação do ex-deputado federal Victório Galli (PSL) ele ocupa a função de assessor especial da Presidência da República e

Segunda etapa de vacinação contra sarampo começa dia 18

A segunda etapa de vacinação contra sarampo acontecerá de 18 a 30 de novembro tendo como foco o público da faixa etária entre 20 e 29 anos, mas os bebês

Quantidade de vacinas H1N1 disponibilizadas não atende a população de Rondonópolis

Com a confirmação de duas mortes causadas pela gripe H1N1, o parlamentar realizou indicação em sessão plenária para alertar o Estado O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), em sessão plenária