Prefeitura de Rondonópolis, envia nota de Esclarecimento sobre matéria ” vigilancia sanitária e aglomerações politicas”

Prefeitura de Rondonópolis, envia nota de Esclarecimento sobre matéria ” vigilancia sanitária e aglomerações politicas”

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Vigilância Sanitária de Rondonópolis, apesar de ter sido citada em
texto publicado no dia 22 de setembro, intitulado “A Vigilância Sanitária se omitiu nas aglomerações políticas em Rondonópolis” esclarece que em nenhum momento foi procurada ou questionada sobre o que aconteceu no evento relato no referido texto, nem por meio da Gabinete de Comunicação Social, órgão oficial do município que atende as demandas da imprensa.

Acontece que no dia do evento citado no texto, a Vigilância Sanitária preocupada em manter o cumprimento das determinações do último decreto que trata do combate à disseminação do novo coronavírus em Rondonópolis,esteve no local e identificou que haviam oito pessoas fazem a
higienização das mãos de quem chegava, duas pessoas faziam a aferição da temperatura, além de disponibilizar máscara de proteção individual para quem estivesse sem para permanecer no ambiente.

Segundo a V.S. foi notificado o representante legal do evento em virtude do número de pessoas presentes.

Gabinete de Comunicação Social

Sobre o Autor

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

Atenção – Semáforos não funcionam em três cruzamentos do centro e Setrat pede cautela aos motoristas

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito informa aos motoristas que os semáforos dos cruzamentos da avenida Cuiabá com as ruas Dom Pedro II, Rio Branco e Otávio Pitaluga no

Notícias 0 Comentários

UM “REI” NA CÂMARA DE VEREADORES

Um vício político muito comum é a barganha, a negociação e a incoerência. Eis um caso evidente; em uma pesquisa no Facebook localizamos uma postagem de aproximadamente 60 dias atrás,

Brasil

Mortes por novo coronavírus sobem para 57 no Brasil

O número de mortes decorrentes do novo coronavírus (covid-19) chegou a 57, conforme atualização do Ministério da Saúde publicada hoje (25). Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram