Polícia Civil de MT prende suspeito com mais de 70 arquivos pornográficos em operação nacional

Polícia Civil de MT prende suspeito com mais de 70 arquivos pornográficos em operação nacional

A Polícia Civil de Mato Grosso prendeu um homem de 49 anos com mais de 70 arquivos pornográficos com imagens de crianças e adolescentes. A prisão integra a quinta fase da operação “Luz na Infância”, deflagrada nesta quarta-feira (04.09), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, para cumprimento de 105 mandados de busca e apreensão no Brasil e mais seis países (Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Chile, El Salvador, Equador).

A ação objetiva identificar crimes relacionados ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

O coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), Alessandro Barreto, falou diretamente a Polícia Civil de Mato Grosso, agradecendo pela participação em todas as fases da operação, destacando que hoje a Polícia Civil tem  um representante  no Laboratório, que tem ajudado com as operações e interlocuções junto ao Estado de Mato Grosso.

“Os números são expressivos. Nessa última fase tivemos a participação de sete  países, incluindo o Brasil, e já alcançamos mais de 30 prisões em flagrante. E vamos continuar com esse trabalho para identificação de predadores sexuais e tornar o ambiente mais seguro para nossas crianças e adolescentes”, afirmou.

Em Mato Grosso, a prisão foi realizada pelos policiais civis da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnológica (Gecat) e Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), em um apartamento no bairro Jardim Aclimação, em Cuiabá.

O suspeito foi autuado no artigo 241 b do ECA (adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente).

A operação de combate a pedofilia na internet é uma ação coordenada pelo MJSP, por meio da Secretaria de Operações Integradas e o Laboratório de Inteligência Cibernetica, com as Polícias Civis de 14 estados da federação.

O Ministério da Justiça informou que já são mais de 30 prisões em flagrante realizadas por um efetivo de 656, entre policiais civis e agentes federais. A operação conta com a participação das Polícias Civis do Amazonas, Amapá, Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte juntamente com a Polícia Federal.

O delegado geral da Polícia Civil de Mato Grosso, Mário de Resende, também destacou a importância da ação e disse que a Polícia Civil se mantém, por meio da Diretoria da Inteligência, Gecat e demais unidades policiais, vigilante quanto aos crimes sexuais praticando contra crianças e adolescente, tomando todas as medidas investigativas para identificação e responsabilização dos autores.

Assessoria

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

BEBÊ DE RONDONÓPOLIS QUE NASCEU APÓS MORTE DA MÃE RECEBE ALTA

Nesta quarta-feira (5) uma boa noticia, Luiza Vitória a bebê que nasceu no dia 17 de fevereiro após um parto de emergência depois que a mãe Iolanda Pimentel morreu ao

Notícias 0 Comentários

HOMEM QUE DIVULGAVA BLITZ EM WHATSAPP É PRESO EM MACEIÓ

José Marcelo Rodrigues da Silva, de 36 anos, era investigado desde o ano passado e foi preso na segunda (14) por divulgar por meio do WhatsApp informações e fotos referentes

Destaques 0 Comentários

BR 242 SERÁ REALIDADE NO GOVERNO BOLSONARO, DIZ VICTÓRIO GALLI

O Assessor Especial da Presidência da República, Victório Galli (PSL), esteve participando de uma audiência pública proposta pelo deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) em Santiago do Norte(MT) para tratar