PF: Operação contra tráfico  e lavagem de dinheiro em MT

PF: Operação contra tráfico e lavagem de dinheiro em MT

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou a Operação Enterprise, na manhã desta segunda-feira (23), em 10 estados brasileiros, sendo um deles o Mato Grosso. A ação busca combater o tráfico internacional de drogas e a lavagem de dinheiro. Ao todo, são 215 mandandos judiciais sendo cumpridos contra uma organização criminosa que abastace a Europa, por meio dos portos brasileiros. 

As investigações tem como cabeça a PF de Curitiba (PR). Estão sendo cumpridas prisões preventivas e descapitalização patrimonial, em todo o Brasil. Estão sendo sequestrados aproximadamente 400 milhões de reais em bens do narcotráfico, sendo a maior operação do ano em sequestro patrimonial, consubstanciados em aeronaves, imóveis e veículos de luxo, havendo a expectativa de que novos bens sejam identificados após o cumprimento dos mandados de busca e apreensão. 

A Operação Enterprise se destaca ainda por ser a maior da história em apreensão de cocaína, pois durante a investigação foram anteriormente apreendidas 50 toneladas de droga  nos portos do Brasil, da Europa e da África, tratando-se de um importante trabalho de integração entre a Polícia Federal e a Receita Federal na repressão ao tráfico internacional de drogas nos portos nacionais. Tal volume de apreensões situa essa organização criminosa como uma das maiores em atuação no país.

O esquema utilizado pelos criminosos consistia na lavagem  de bens e ativos multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias interpostas pessoas (“laranjas”) e empresas fictícias, a fim de dar aparência lícita ao lucro do tráfico.

Cerca de 670 Policiais Federais e mais 30 servidores da Receita Federal cumprem 149 mandados de busca e 66 mandados de prisão nos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. As medidas foram expedidas pela 14ª Vara Federal de Curitiba.  

Em continuidade às ações de cooperação internacional, foram expedidas, ainda, difusões vermelhas na Interpol para a prisão de oito investigados que estão no exterior, bem como a identificação e sequestro de bens em outros países. 

Enterprise

O nome da operação faz alusão à dimensão da organização criminosa investigada, que atua como um grande empreendimento internacional na lavagem de dinheiro e exportação de cocaína.

Redação com Reporter MT

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

SEM PRORROGAÇÃO DE MANDATOS:”PEC NÃO SERÁ PAUTADA”, DIZ MAIA

Muitos prefeitos, principalmente aqueles com alta rejeição, têm sonhado com a ampliação do mandato, até 2022, como propõe a PEC 49, que defende o fim das reeleições e propõe mandatos

Política 0 Comentários

PSDB IRÁ COMPOR O GOVERNO PÁTIO E ARGEMIRO SERÁ O SECRETÁRIO TUCANO

A frase de Magalhães Pinto, ensinava lá atrás que “política é como nuvem”. Você olha e ela está de um jeito. Você olha de novo e ela já mudou. Exatamente

Notícias 0 Comentários

PREFEITO RECEBE VEREADOR MAZETTE E ASSINA LICITAÇÃO PARA ASFALTAR RUAS DO RESIDENCIAL PARAÍSO

Na quarta-feira (23) o Prefeito José Carlos do Pátio recebeu em seu gabinete o vereador Elton Mazette(PSC) e assinou a licitação para asfaltar várias Ruas do Residencial Paraíso. Este é