Pequenos negócios – Sebrae e Banco do Brasil assinam acordo de cooperação

Pequenos negócios – Sebrae e Banco do Brasil assinam acordo de cooperação

Convênio assinado nesta segunda-feira vai favorecer acesso bancário, promover educação financeira e apoiar a expansão da Empresa Simples de Crédito

Donos de pequenos negócios receberão qualificação em educação financeira para ampliar o acesso a serviços e soluções bancárias. Nesta segunda-feira (25), o Sebrae e o Banco do Brasil assinaram acordo para contribuir para a geração de negócios sustentáveis, entre Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (EPP). A parceria entre as duas instituições também vai melhorar a qualificação do empreendedor para fins de crédito e apoiar a expansão da Empresa Simples de Crédito, que já somam mais de 400 negócios no país.

Com o acordo, o banco será a principal plataforma para as Empresas Simples de Crédito (ESC), que é um dos principais meios para os pequenos negócios obterem empréstimos a baixo custo e sem burocracia. Pelo convênio de cooperação técnica entre as duas instituições, o Banco do Brasil vai oferecer assistência creditícia, privilegiando os clientes qualificados pelo Sebrae com melhores taxas, tarifas de serviço diferenciadas e Cartão do Empreendedor. Especialistas das duas instituições farão orientação conjunta e uma troca de experiências para melhor atender aos donos de pequenos negócios. “Nós e o Banco do Brasil continuamos trabalhando juntos, pois temos uma rede de representatividade, pessoas qualificadas e vamos contribuir ainda mais para o desenvolvimento do país”, afirmou o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, ressaltou que a instituição possui hoje pelo menos dois milhões de clientes do segmento das micro e pequenas empresas e reafirmou a importância da parceria. “Somar as forças das duas casas é certeza de sucesso”, disse Novaes. “Quem ganha com a parceria de dois gigantes são os donos de pequenas empresas, que são o futuro do país”, acrescentou o presidente do BB. Segundo o vice-presidente de Distribuição de Varejo do banco, Carlos Mota dos Santos, uma das medidas adotadas é apoiar as ESC para fortalecer os pequenos negócios. “Vamos dar todo apoio às Empresas Simples de Crédito, que terão o Banco do Brasil como plataforma”, anunciou.

O acordo também prevê o compartilhamento de inteligência de dados para oferta de benefícios do Banco do Brasil aos clientes do Sebrae e disponibilização de atendimento do Sebrae (cursos, consultorias, palestras etc.) para clientes do banco. As duas instituições promoverão ainda a educação financeira dos empresários assistidos e haverá intercâmbio de soluções educacionais para seus colaboradores.

Mato Grosso

A cerimônia foi acompanhada, via transmissão simultânea, numa das salas de videoconferência do Sebrae Mato Grosso, por técnicos das duas instituições, incluindo o gerente de Negócios da Superintendência do Banco do Brasil em Mato Grosso, Luciano Alves Ferreira dos Santos, que integra o Conselho Deliberativo do Sebrae Mato Grosso. Ele lembrou que essa é uma parceria histórica que é muito importante para o Banco. “É muito valoroso ter o Sebrae como nosso grande parceiro. Todo cliente que a gente atende, seja micro, pequena ou empresa grande, que em algum momento teve alguma orientação do Sebrae, que no seu começou teve uma passagem pelo Sebrae ou ainda tem, a gente percebe o nível de qualidade e preparação que esse cliente tem. Por isso é extremamente importante para o Banco do Brasil atuar  lado a lado com o Sebrae”.

Para ele, esse convênio tem como diferencial o fato de poder estar mais próximo das necessidades dos clientes. “O Banco hoje não é só uma instituição bancárias com agências, é inovador, tem soluções para todo e qualquer tipo de cliente e não é diferente para o micro e pequeno empreendedor”, disse lembrando as novas tecnologias que facilitam. “Nós estamos num ambiente que é extremamente digital e o Banco do Brasil tem plataformas digitais, assim como o Sebrae tem capacitações que não exigem mais a presença física do micro e pequeno empreendedor”, constata.

Homenagem

Durante o evento em Brasília, o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, foi homenageado com uma placa em deferência ao período em que foi presidente do Sebrae, na década de 1980. “Fiquei surpreso em receber esse carinho especial de todos e retornar a essa casa é um motivo de emoção”, afirmou Novaes, que assistiu a um vídeo onde antigos funcionários da instituição e o ex-presidente Guilherme Afif Domingos, falaram sobre sua gestão à frente do Sebrae.

O superintendente do Sebrae Mato Grosso, José Guilherme Barbosa Ribeiro ressaltou o trabalho de Rubem, a quem chama carinhosamente de Rubinho, na consolidação do Sebrae em várias regiões do Brasil.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Economia 0 Comentários

ANP: ETANOL RECUA EM 17 ESTADOS E NO DF; PREÇO MÉDIO CAI 0,80% NO PAÍS

São Paulo, 17/06/2019 – Os preços médios do etanol hidratado recuaram em 17 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do

Economia 0 Comentários

Ampa prevê manutenção na área de algodão em Mato Grosso na safra 2019/20

A área destinada para o algodão 2019/2020 em Mato Grosso deve ser mantida, podendo registrar um incremento de até 2%. A previsão é da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão

Economia 0 Comentários

Cáceres sedia encontro de gestores e empresários do setor turísticos

Durante o evento, no auditório do Sebrae no município, será discutido o mapa das ações estratégicas para o turismo local. Reunião será nesta terça, 05/10, das 14 às 17h30 Banhado

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta