PÁTIO TEM R$ 144 MIL BLOQUEADOS POR AUTORIZAR OBRA SEM LICITAÇÃO EM 2010

PÁTIO TEM R$ 144 MIL BLOQUEADOS POR AUTORIZAR OBRA SEM LICITAÇÃO EM 2010

A Justiça acolheu pedido liminar do Ministério Público Estadual (MPE) e decretou a indisponibilidade de bens do prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (Solidariedade), e da empresa Carolina Mineradora e Transportadora Ltda – EPP até o montante de R$ 144 mil. A medida visa assegurar o resultado útil do processo e a futura indenização aos cofres públicos, caso os requeridos sejam condenados por ato de improbidade administrativa.

Consta na ação proposta pela 2ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Rondonópolis, que em 2010, quando Pátio também estava à frente da prefeitura, foi realizada a alienação, sem licitação, de uma área de rua municipal com 1.800 m², parte da rua Paraná, localizada no loteamento Cidade Salmen.

“Infere-se dos autos de investigação preliminar que o requerido , na condição de prefeito, sem observar as normas legais e princípios administrativos a que estava vinculado não se preocupando em proteger o patrimônio e o interesse público e sem maiores cautelas, decidiu voluntariamente atender a interesse estritamente privado elaborado pelo outro demandado Carolina Mineradora e Transportadora Ltda”, diz a ação.

O MPE argumenta que a alienação de imóvel público, salvo as restritas exceções legais, não pode ser direcionada para determinado particular e sem licitação; sob pena de configurar-se claramente a sua ilicitude e imoralidade, pela manifesta intenção de privilegiar interesse de particular. Além disto, destaca que trata-se de área de via pública que deve ser destinada especificamente para a livre circulação de pessoas e para objetivos públicos, em proveito da sociedade local como um todo.

 

Fonte: RDnews

Sobre o Autor

Talvez você também goste

ABERTA CONSULTA PARA EXTINGUIR IPVA; ASSINE A PETIÇÃO TAMBÉM!

No Brasil, o imposto pode incindir sobre a renda. o patrimônio e consumo. Sobre os veículos o imposto é cobrado através do ICMS e pelo IPI, sendo essas taxas consideradas

Museu Nacional arde; A perda é incalculável

Pegou fogo ontem à noite, e lambeu todo, o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Ligado à UFRJ, fundado em 1818 por dom João VI,

Polícia 0 Comentários

Investigação detecta esquema de emissão de notas frias que totalizam R$ 337 milhões

Investigações da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, detectaram um esquema criminoso de emissão de notas

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta