PAIS DE ALUNOS DA ESCOLA ESTADUAL EMANUEL PINHEIRO REALIZAM MANIFESTAÇÃO EM RONDONÓPOLIS

PAIS DE ALUNOS DA ESCOLA ESTADUAL EMANUEL PINHEIRO REALIZAM MANIFESTAÇÃO EM RONDONÓPOLIS

Está marcada para esta sexta-feira (1°/03), às 15 horas uma manifestação de pais de alunos da Escola Estadual Emanuel Pinheiro em frente ao Ministério Público Estadual em Rondonópolis MT.

Na ocasião os responsáveis irão protocolar um documento, denunciando as péssimas condições em que estão sendo submetidos os alunos para terem acesso ao estudo no prédio em que abriga atualmente a Escola Estadual Emanuel Pinheiro, que está funcionando provisoriamente no prédio da Escola Alfredo Marien, uma vez que seu prédio localizado na rua 13 de maio está em reformas e as obras que iniciaram em 28 de dezembro de 2017 com prazo para conclusão de entrega em julho de 2018, estão paradas por falta de pagamento do estado junto a construtora.

 

Segundo Jaqueline Roberto Pinto, uma das mães de aluno e liderança do grupo de pais, o prédio da Escola Alfredo Marien (EJA) não oferece as condições para os alunos estudarem.

“Existe superlotação das salas e as crianças não têm espaço, além dos banheiros que tem que ser divididos com adultos, pois ali funciona o EJA. As Crianças estão urinando na roupa, pois é preciso afastar cadeiras para se chegar até a porta da sala. O intervalo de 15 minutos foi reduzido para um revezamento de intervalo de outras turmas, as crianças são submetidas ao constrangimento.”

 

Antes de ser realocada na escola Alfredo Marien, a secretaria estadual de educação havia locado um prédio particular, como não efetuou o pagamento dos alugueis a proprietária solicitou o despejou da instituição, e o estado ficou sem onde realocar a escola Emanuel Pinheiro.

Redação

Compartilhe: