OPERAÇÃO DE TRÂNSITO DA PM EM RONDONÓPOLIS NÃO REDUZ A VIOLÊNCIA

OPERAÇÃO DE TRÂNSITO DA PM EM RONDONÓPOLIS NÃO REDUZ A VIOLÊNCIA

Ações Não Tem Proporcionado Sensação De Segurança À População

Não há como não perceber, basta andar pelas ruas de Rondonópolis-MT, para ver as ações de trânsito da operação do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) com apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e policiais da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito de Cuiabá (Deletran).

Em vários pontos da cidade. As blitz da PM – que deveria proporcionar sensação de segurança na população – parece que não tem surtido muito efeito. Para comprovar a opinião de boa parte dos moradores do município basta recorrer aos números da quantidade de ações desenvolvidas pelo comando da PM e comparar com a quantidade de roubos, furtos e, principalmente, de homicídios que tem acontecido na cidade.

No último fim de semana, aconteceram pelo várias blitz em pontos estratégicos.

E também um grande número de ocorrências: desde assalto com reféns até troca de tiros entre policias em show nacional do cantor Gustavo Lima, sem contar os homicídios e as tentativas, ainda temos os roubos e furtos que não dão trégua.

A maior parte da população rondonopolitana vê as ações de trânsito da PM somente com cunho financeiro, pois o Estado do MT precisa arrecadar impostos.

Hoje, são blitz por toda a parte, mas a violência que é bom mesmo não diminui. “Em minha opinião, esse trabalho é muito mais para arrecadar dinheiro para o Governo do Estado do que efetivamente de combate à criminalidade”, disse Lourenço de Souza um morador que já teve sua residência arrombada duas vezes.

Quem está muito feliz com o trabalho das operações é a empresa Pátio Rondon que também é alvo de críticas por boa parte da população. E aumentou seu faturamento graças a estratégia do governo do estado do MT.

“É necessário que os motoristas e motociclistas estejam em dia com a documentação, entretanto, mais importante do que isso é bandido sendo preso. Sinceramente, não tenho visto isso em Rondonópolis”, afirmou o comerciante Edson Barcelos.

Os órgãos de segurança afirmam que operações como esta de fiscalização,  visam coibir crimes de furto, roubo de veículos, bem como identificar foragidos, apreender armas ilegais, munições e drogas.

Então desafiamos a apresentarem os dados de veículos que foram recuperados nestas blitz, e os foragidos presos, enfim mostrem os dados claros e não a maquiagem dos números dizendo que tantos veículos foram recolhidos, mas sim os dados que demostrem uma sensação real de segurança para a população.

 

Redação

 

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

Reforma da Previdência será votada na próxima semana

A Comissão Especial ficou em sessão de pouco antes das 10h até quase 2h10, já na madrugada desta sexta-feira. Agora, só falta o plenário — o texto da reforma da

Notícias 0 Comentários

A REDE GLOBO CONTINUA TENTANDO DESTRUIR O BRASIL.

  Não é de hoje que a Rede Globo vem denegrindo a imagem dos policiais do Brasil, da justiça ou de qualquer valor moral que a sociedade brasileira ainda tenha

Notícias 0 Comentários

DERF DE RONDONÓPOLIS RECUPERA VEICULO ROUBADO

A POLÍCIA CIVIL – DERF ROO recuperou um  veículo VW/GOL cor branca roubado no dia 01/09/2017, próximo a Av. Presidente Médici, bairro Jardim Novo Horizonte, após dois homens em uma

2 Comentários

  1. Julia Henrique
    novembro 06, 21:14 Responder

    BLITS…… SÓ LEVAM CARROS E MOTOS PRINCIPALMENTE DE TRABALHADORES….. ENQUANTO FAZEM BLTS PARA ARRECADAR DINHEIRO A BANDIDAGEM TOMA CONTA

Deixa uma resposta