OPERAÇÃO CANAL SEGURO: Ex-presidente da Caixa Seguros é alvo da PF

OPERAÇÃO CANAL SEGURO: Ex-presidente da Caixa Seguros é alvo da PF

Um dos alvos da Operação Canal Seguro, 13ª fase da Descarte, é o francês Thierry Claudon, ex-presidente da Caixa Seguros (2001 a 2017). Ele foi alvo de busca e apreensão, bloqueio de bens e suspensão de atividades profissionais.

Na época dos fatos investigados pela PF e pela Receita, Claudon presidia a Caixa Seguros e a Caixa Vida e Previdência S/A, ambas subsidiárias da Caixa Seguros Holding (CSH), e também era vice-presidente do Conselho de Administração da Wiz Soluções e sócio minoritário e administrador da CNP Assurances Brasil Holding Ltda., empresa que detém o controle da Caixa Seguros Holding S/A, com 51,7% das quotas.

Outro investigado é Camilo Godoy, que ocupava o cargo de diretor comercial da Caixa Seguradora e também era membro do Conselho de Administração da Wiz Soluções. Era, ainda,
membro do Conselho de Administração da Caixa e Vida Previdência.

“Nesse contexto, tenho que há fundada suspeita de que CAMILO e THIERRY tenham sido favorecidos com valores suspostamente desviados da WIZ SOLUÇÕES (ex-FPC PAR CORRETORA DE SEGUROS), empresa da qual eram conselheiros à época dos fatos, por meio de pagamento da MARTHI à empresa El Chalaco. Destaco que CAMILO e THIERRY seriam os únicos sócios da referida empresa, segundo a informação fiscal.”

A suspeita é de que, entre 2014 e 2016, “três dos diretores da companhia desviaram valores que podem chegar a R$ 28.300.069,21 em atos de gestão fraudulenta”. A PF cita transferências a título de pagamento por prestação de serviços, superfaturados ou que na verdade não foram realizados pela corretora, que detinha exclusividade na venda de seguros da Caixa.PUBLICIDADE

Os investigados podem ser enquadrados nos crimes de organização criminosa, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e crime contra o sistema financeiro. As investigações decorrem das operações Descarte, Chiaroscuro, Checkout, E O Vento Levou e Chorume, reforçadas pelas delações dos advogados Luiz Carlos da Fonseca Claro e Gabriel Silveira da Fonseca Claro.

REDAÇÃO COM ANTAGONISTA

Talvez você também goste

Destaques

DENGUE | 924 MIL CASOS REGITRADOS PELO MINISTERIO DA SAÚDE EM 2020

A crise sanitária causada pela pandemia voltou a atenção da população para os cuidados preventivos contra a Covid-19. Outra conhecida doença, no entanto, vem apresentando números altos em 2020. Entre

Destaques

ENQUETE APONTA QUE APOIO DE BOLSONARO PODE SER DECISIVO EM RONDONÓPOLIS

Uma enquete realizada pelo Marreta Urgente entre os dias 1 e 3 março de 2020, com a seguinte pergunta; Na eleição para prefeito em Rondonópolis, você votaria em um candidato

Brasil

Inverno exige mais cuidados para evitar o coronavírus

Com a chegada do inverno no próximo dia 20 de junho, as temperaturas tendem a ficar mais baixas e os cuidados com a disseminação de doenças respiratórias, incluindo a Covid-19,