“O PSL virou inimigo do Brasil”, diz advogada de Bolsonaro

“O PSL virou inimigo do Brasil”, diz advogada de Bolsonaro

A advogada Karina Kufa, que chegou a trabalhar pelo PSL e hoje é uma das principais aliadas do presidente Jair Bolsonaro na criação do Aliança pelo Brasil, criticou, em Vitória, a sigla liderada pelo deputado federal Luciano Bivar.

Kufa afirmou, em entrevista à A Gazeta, que não recomenda que os filiados ao PSL que estejam sem mandato e que desejam disputar as próximas eleições permaneçam no partido. Segundo ela, a sigla virou um “inimigo do Brasil”.

“O PSL virou, infelizmente, um inimigo do Brasil. Há uma preocupação que essas pessoas (deputados ainda filiados) não sejam perseguidas como nossos deputados federais estão sendo perseguidos hoje”,  declarou a advogada, citando a guerra interna de membros do PSL que apoiam Bolsonaro contra o presidente da sigla.

Aliados ao presidente Bolsonaro querem esvaziar o PSL, antes das eleições municipais. Parlamentares bolsonaristas, que não conseguem deixar o PSL antes do início da janela partidária, estão orientando aqueles correligionários que querem ser candidatos no próximo pleito a saírem da sigla e buscarem abrigos em outros partidos considerados “conservadores”.

Alguns parlamentares já entraram na Justiça para tentar sair do PSL sem perder o mandato. Sem uma decisão judicial, eles só podem fazer essa mudança durante a janela partidária.

Karina Kufa afirmou que essa também é a recomendação do presidente. “A orientação que o presidente Bolsonaro vem dando é de que pessoas que queiram disputar 2020, se o partido Aliança não tiver pronto até lá, que procurem legendas diversas que tenham alinhamento com a direita. Não tem sentido uma pessoa conservadora aceitar uma legenda de esquerda.”

Redação com A Gazeta

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

CÂMARA DE VEREADORES CONVOCA DIRETORA DO ROTATIVO RONDON PARA EXPLICAÇÕES

Com mais de  40 ações trabalhistas tramitando na justiça do trabalho, muitas reclamações por parte dos usuários com a péssima prestação de serviço, os vereadores Adonias Fernandes (PMDB) e Roni

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

BEZERRA DESCARTA APOIO DO MDB A PÁTIO

O presidente estadual do MDB- deputado Federal Carlos Bezerra, não ficou nem um pouco contente de saber que dois vereadores de seu partido em Rondonópolis; Cláudio da Farmácia e Adonias

Destaques

Gaeco: Fraude em compra de respiradores de SC, tem alvos em Cuiabá

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) de Mato Grosso participa neste sábado (09) da “Operação O2 (oxigênio)” desencadeada por uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de