O Brasil quer mudança e não maquiagens, alerta Príncipe

O Brasil quer mudança e não maquiagens, alerta Príncipe

O Príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança, recentemente eleito deputado, pelo PSL, escreveu hoje, no seu Twitter, a respeito da imensa operação de camuflagem que o candidato Fernando Haddad do PT está operando:

“Muitos se espantam com a mudança nas cores da campanha de Haddad já que o PT usa o vermelho desde 89 em suas campanhas. A mudança é uma tentativa de ocultar aquilo que Haddad representa: o socialismo gerador do maior escândalo de corrupção e a maior crise econômica da história”.

E o Luiz Philippe prossegue a respeito da manobra:

“Não irá funcionar. O brasileiro percebeu que os partidos de esquerda são lados diferentes da mesma moeda. O país quer mudança. Ela virá com candidatos comprometidos com a nação, não com as mesmas ideias atrasadas de sempre, apenas pintadas de verde e amarelo”.

Além de comentar a operação que caracteriza um verdadeiro estelionato eleitoral, Luiz Phillipe faz uma advertência a respeito da insegurança que se dissemina na sociedade a respeito do sistema eleitoral baseado em urnas eletrônicas:

“A insegurança sobre o voto atingiu tal proporção que o voto em cédula reaparece como alternativa para restabelecer a credibilidade do sistema eleitoral”.

Autor: José Carlos Sepúlveda – Analista político

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

LUCIANO HUCK DO CALDEIRÃO AO PARAQUEDISMO

Para quem está abismado com a perspectiva de uma candidatura de Luciano Huck em 2018, recomenda-se a leitura da coluna de José Roberto de Toledo, especialista em pesquisas do Estado

Destaques 0 Comentários

4 FEDERAIS DISPUTAM REELEIÇÃO, 3 RESPONDEM PROCESSOS. SOMENTE GALLI ESTÁ LIMPO

Dos quatro deputados federais que buscam a reeleição apenas um não é detectado no aplicativo chamado  O Detector de Ficha de Político, antigo Detector de Corrupção, é uma iniciativa do projeto

Destaques 0 Comentários

JEAN WYLLYS SUSPEITO DE VENDER MANDATO, MEDEIROS QUER INVESTIGAÇÃO

O deputado federal José Medeiros (Podemos) enviou à PGR e à PF ofício em que reitera seu pedido para abertura de investigação sobre a “possibilidade de venda do mandato” de