NERI GELLER VAI PARA MATA GRANDE EM RONDONÓPOLIS EM CELA COMUM

NERI GELLER VAI PARA MATA GRANDE EM RONDONÓPOLIS EM CELA COMUM

Neri Geller (PP) deputado federal eleito e que foi preso nesta sexta-feira (9) por volta de 6h em Rondonópolis, durante a Operação Capitu, que investiga esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

Geller esteve à frente do Mapa entre março de 2014 a dezembro de 2015, período em que teriam ocorrido supostos pagamentos de propina a servidores públicos e agentes políticos. Ele foi eleito no primeiro turno das eleições de 2018 com mais de 73 mil votos.

Por não ter nível superior, o ex-ministro não deve ser transferido para o Centro de Custódia da Capital (CCC), em Cuiabá. No entanto até que isso ocorra o ex-ministro da Agricultura, deve permanecer preso na Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, a Mata Grande, em Rondonópolis.

Conforme a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Geller não faz jus à cela especial já que não é parlamentar, não é autoridade e nem tem curso superior.

Na Mata Grande, Neri Geller vai dividir a cela com outros detentos, visto que na unidade prisional não há cela especial.

As investigações são baseadas na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Assista ao vídeo do SBT TV RONDON no momento em que o apresentador Victor Santos recebe a informação ao vivo:

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

Polícia Civil do Rio revela identidade de acusado do ataque ao Porta dos Fundos

Em coletiva, o delegado Marco Aurélio de Paula Ribeiro acaba de revelar a identidade do acusado de participar do atentado à produtora do Porta dos Fundos: trata-se do presidente da

Economia 0 Comentários

LOA 2020 – Câmara realizará audiências pública

A Câmara Municipal de Rondonópolis realiza nos dias 25 e 28 de novembro e no dia 02 de dezembro Audiências Pública a partir das 19h00 para apresentação e debate do

Destaques

Em Rondonópolis, vítimas de violência doméstica podem buscar orientação por telefone

Neste período de quarentena e isolamento social, em função da prevenção ao coronavírus, a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (DEDM) reforçou por telefone o atendimento a vítimas que precisam

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta