NEGLIGÊNCIA DE PET SHOP PODE TER CAUSADO FERIMENTO QUE ATINGIU VISÃO DE CACHORRO

NEGLIGÊNCIA DE PET SHOP PODE TER CAUSADO FERIMENTO QUE ATINGIU VISÃO DE CACHORRO

 

Em decorrência de um ferimento no olho esquerdo de seu cão, entregue recentemente aos cuidados de um pet shop da Capital, a advogada Marcela Viégas, acusa o estabelecimento de negligência com o animal. Ela promete levar o caso à Justiça. Com o globo ocular bastante avermelhado e inchado, o shitzu foi levado por sua dona a uma veterinária, passando por um procedimento cirúrgico às pressas. Agora ele corre o risco de perder o olho ou ficar cego.

O empresário Gersom Bruno, proprietário do Dog Chick, estabelecimento acusado, nega que o animal tenha sido de vítima de maus-tratos ou negligência. Ele reforça que também adotará providências legais e que tem uma longa clientela de muitos anos, nunca tendo passado por problemas relacionados a isso. “Depois que a história toda for esclarecida nós vamos nos pronunciar. Conversando com outros veterinários, suspeitamos que o cachorro tenha sido vítima de uma de uma doença.”

Moradora do condomínio Alpha Ville, em Cuiabá, Marcela conta que tem outro cãozinho e que procurava um local mais próximo de sua casa para deixar os bichos, tendo chegado ao pet shop por indicação. “Quando cheguei lá, expliquei que eles estavam acostumados com outro pet e que talvez pudessem estranhar o novo lugar. Pedi pra eles terem paciência. Na sexta-feira foram buscar os cachorros por volta de 12h, e devolveram à tarde assim,” diz a advogada.

Ela afirma que, embora esteja focada na recuperação de Pingo, registrará um boletim de ocorrência e acionará o dono do empreendimento para que ele arque com as despesas referentes ao tratamento. De acordo com Marcela, a veterinária informou que não é possível saber o que aconteceu, uma vez que o animal pode ter brigado com outros, caído da mesa ou se machucado de alguma outra forma. No entanto, destaca que deveria ter sido comunicada em qualquer um desses casos.

“Eu sei que acidentes estão sujeitos a acontecer, mas ele deveria ter me avisado. O cachorro não estava conseguindo fechar o olho, então ele passou pelo banho e pelo secador assim, com o olho aberto. É muita negligência. Eu liguei pro dono e questionei isso, mas além de me tratar com ignorância, ele não soube me explicar porque meu cachorro estava daquele jeito, falou que ele já tinha chegado lá assim. Mesmo que fosse verdade, eles deveriam ter me avisado. Ele não assume, isso que é o pior.”

Sua expectativa agora é que, após os pontos feitos no olho, o cãozinho possa se recuperar e não perca a visão. Com um colar específico para evitar novos ferimentos no local, o animal também tem sido medico e deverá retornar à clínica em 10 dias, quando a dona saberá o resultado da operação.

 

Redação com olhar direto

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Brasil

Surto de sarampo preocupa gestores de saúde

No momento em que gestores de saúde e governantes de todo o país somam esforços para combater a pandemia da Covid-19, as cinco regiões do país sofrem um surto de

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

DEVOLUÇÃO DE ÁREA VAI SER DELIBERADA EM ASSEMBLEIA DA URAMB

Acontece neste sábado dia 30 de setembro, a Assembleia Geral da Uramb (União Rondonopolitana das Associações de Moradores de Bairros), com primeira chamada ás 14 horas e segunda chamada ás

Polícia 0 Comentários

FAMÍLIA DE HOMEM MORTO NA FAZENDA MALUF SOLICITA QUEBRA DE SIGILO TELEFÔNICO

A morte de Isaias Galdino de Jesus, 38 anos, morto a tiros pelo capataz da Fazenda Maluf, às margens da Rodovia dos Imigrantes, no dia 6 de março, quando catava

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta