MINHA TETA, MINHA VIDA : REJEITADA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE REDUÇÃO DE VEREADORES

MINHA TETA, MINHA VIDA : REJEITADA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE REDUÇÃO DE VEREADORES

Reprodução Facebook

Já era de esperar, a maior preocupação de quem “mama é perder a teta”, e não seria diferente em Rondonópolis-MT, onde um projeto que prevê a redução do número de vereadores está deixando em polvorosa aqueles que não possuem votos para se reeleger.

Segundo a justificativa da proposta, visa reduzir as despesas da Câmara Municipal. E o número de 15 vereadores para o exercício do mandato parlamentar seria suficiente para atender as necessidades da população e garantir o acesso das demandas junto ao poder executivo. Além é claro da economia de quase R$ 3 milhões anuais aos cofres públicos, cerca de R$ 12 milhões em quatro anos.

O projeto de emenda à lei orgânica foi elaborado e apresentado pelos vereadores: Rodrigo da Zaeli; Subtenente Guinâncio; Jailton do Pesque Pague (bancada do PSDB) e o vereador Roni Magnani (PP).

No entanto o que deixou a todos perplexos, foi a rejeição de uma solicitação de audiência pública para discutir juntamente com a sociedade a proposta apresentada.

A justificativa de quem não quer perder a “TETA”, é de que não haverá redução de custos, pois os valores do duodécimo, repasse mensal que a prefeitura faz à Câmara permaneceria inalterado.

A pergunta que se faz é porque não uma audiência pública?

Afinal o poder emana do povo ou é só lorota da constituição.

Feriado chegando, e vamos ao som do grupo titãs

Por enquanto Marreta Neles!

.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Marretadas 0 Comentários

DECRETO DO GOVERNO DO MT SOBRE CONSEGS É “VERFASSUNGSWIDRIG” *

Um Decreto causou um problema  entre o Legislativo, Executivo Estadual e Conselhos Comunitários de Segurança Pública, a medida quer submeter os CONSEG’S à subordinação do Estado. O documento formata todos

Marretadas 0 Comentários

PUPILO DE TAQUES CRIA CONFUSÃO NO PPS

O vereador Reginaldo Santos (PPS), em seu discurso nesta quarta-feira(15), na sessão plenária da câmara de vereadores de Rondonópolis criticou duramente o presidente regional do PPS e candidato a deputado

Marretadas

O MÉDICO QUE SALVOU O COMÉRCIO EM RONDONÓPOLIS

No último dia 7 de abril em Rondonópolis, aconteceu a reunião do Comitê de Gestão de Crise aprovou a prorrogação do decreto Nº4. 668 de 31 de março de 2020,

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta