NÃO FOI EM RONDONÓPOLIS: VÍDEO FEITO NA BAHIA APÓS ASSALTAR MOTOTAXISTA, HOMEM É MORTO A TIROS.

NÃO FOI EM RONDONÓPOLIS: VÍDEO FEITO NA BAHIA APÓS ASSALTAR MOTOTAXISTA, HOMEM É MORTO A TIROS.

Um vídeo que feito na cidade de Teixeira de Freitas (BA) onde um homem foi morto após ser agredidos por socos, pontapés, golpes de chave de fenda e tiros, na terça-feira (16), ganhou repercussão e muitas pessoas afirmavam ter sido gravado na cidade de Rondonópolis MT.

Tiago Evangelista da Silva teria assaltado um mototaxista durante uma corrida e, após o roubo, foi atacado por colegas do rapaz.

De acordo com a polícia, um mototaxista prestou queixa de assalto na delegacia e, ao sair do lugar, avisou aos colegas, que foram em busca do assaltante. Tiago foi encontrado escondido em uma casa, de onde foi retirado e agredido pelos homens.

Ainda conforme informações da polícia, toda a ação foi filmada e Leandro teria desferido golpes com chave de fenda em Tiago. Outro mototaxista atirou em Tiago, que morreu no local.

Conforme Valéria Chaves, titular da Coordenadorias Regionais do Interior (Coorpin), os mototaxistas se apresentaram espontaneamente, foram ouvidos e liberados ainda na noite de terça-feira. Com a conclusão do inquérito, eles serão indiciados por homicídio. Tiago teria levado R$ 555 provenientes das corridas que o mototaxista fez e o celular dele.

 

Redação com G1

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

BOLSONARO TEM VICE DEFINIDO E VAI AOS DEBATES

O PR deu sinal verde as articulações políticas aceleram. O senador Magno Malta deverá ser o candidato a vice-presidente na chapa liderada por Jair Bolsonaro. “Da minha parte está resolvido”,

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

SIMPÓSIO SOBRE COMPRAS E LICITAÇÕES VISA ATRAIR EMPRESAS DE RONDONÓPOLIS

Com objetivo de fomentar a economia da cidade por meio da participação de empresas locais em licitações, a Prefeitura de Rondonópolis realiza no dia 28 de fevereiro o 1º Simpósio

Notícias 0 Comentários

DEPUTADO SÁGUAS MORAES( PT/MT) É DENUNCIADO POR GASTAR VERBA PÚBLICA INDEVIDAMENTE

Mais um parlamentar ligado ao partido dos trabalhadores (PT), está sob suspeita de utilizar indevidamente a verba indenizatória. A cota dos parlamentares federais do Mato Grosso é de R$ 39