MT espera ampliar comércio com Chile por meio da Rota Bioceânica

MT espera ampliar comércio com Chile por meio da Rota Bioceânica

O Governo Federal e o governo de Mato Grosso do Sul negociam com autoridades chilenas a possibilidade de exportação de produtos brasileiros e importação de mercadorias de países asiáticos e dos Estados Unidos a partir dos portos do Chile. A parceria comercial está em discussão desde agosto. 

A proposta da União e da administração estadual mato-grossense é ampliar o comércio intrarregional com a América do Sul, com o oeste dos Estados Unidos e com a China, principal consumidora da carne bovina brasileira.  Para isso ocorrer, a Rota Bioceânica, um corredor rodoviário com 2.396 quilômetros, que vai ligar o litoral brasileiro aos portos de Antofagasta e Iquique, no Chile, passando pela Argentina e Paraguai, é fundamental. 

Com o funcionamento do corredor, os produtos brasileiros vão poder ser exportados a partir do Chile e diminuir pressão sobre o Porto de Santos, o principal meio de escoamento da produção brasileira para o mercado externo. Depois de estar em funcionamento, o trajeto deve diminuir em 14 dias o prazo para importação e exportação de produtos para a Ásia e a Oceania. 

Reportagem, Felipe Moura. 

Fonte: Brasil 61

Talvez você também goste

Brasil

CURAS DE COVID-19 ULTRAPASSAM 25 MIL NO BRASIL

O Ministério da Saúde apresentou nesta quarta-feira (22) números atualizados sobre o coronavírus no Brasil. Com mais de 45 mil casos confirmados da Covid-19, o país tem, até o momento,

Política

COVID-19 – Prefeito participa de videoconferência com governador e senador para tratar dos novos respiradores em Rondonópolis

O prefeito Zé Carlos do Pátio participou na tarde desta terça-feira (16) a partir de seu gabinete de uma videoconferência com o governador de Mato Grosso Mauro Mendes e o

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

ROTARY INTERMEDIOU ADIANTAMENTO DE R$ 5 MILHÕES À SANTA CASA

Através da mediação do Rotary Club de Rondonópolis, a prefeitura de Rondonópolis firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público e garantiu um adiantamento de R$