Ministério da Saúde realiza pesquisa telefônica em todo o país para conhecer perfil de saúde do brasileiro

Ministério da Saúde realiza pesquisa telefônica em todo o país para conhecer perfil de saúde do brasileiro

Objetivo é mapear as ocorrências de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, cânceres, obesidade, doenças respiratórias e do coração

O Ministério da Saúde iniciou nesta semana a Pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, mais conhecida como Vigitel. Em 2020, a projeção é ouvir aproximadamente 27 mil pessoas somente no primeiro semestre. O levantamento, realizado nas 27 capitais do país, mapeia as ocorrências de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, cânceres, obesidade, doenças respiratórias e relacionadas ao coração, que são as principais causas de mortes no país.

Brasileiros com mais de 18 anos podem receber uma ligação de um pesquisador do Ministério da Saúde e serem convidados a responder um questionário que dura cerca de 10 minutos. As ligações serão feitas das nove horas da manhã às nove horas da noite, do horário de Brasília, se segunda a sexta-feira, e das 10 horas da manhã às quatro horas da tarde aos sábados, domingos e feriados.

Vale ressaltar que a participação na pesquisa é voluntária e não será perguntado nenhum dado relacionado a documentos pessoais, como CPF, RG ou mesmo dados bancários. As únicas informações pessoais que serão solicitadas será a idade, o sexo, a escolaridade, o estado civil e raça ou cor.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Variedades / Entretenimento 0 Comentários

Prevenção contra o HPV deve ser a regra do Carnaval (e do ano todo)

Para aproveitar o Carnaval com segurança, uma das principais recomendações é usar preservativo, que previne doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Embora não tão comentada, a mais comum dessas infecções é desencadeada pelo Papilomavírus humano

Adolescentes são principais transmissores da meningite

Enquanto os filhos são crianças, é mais fácil manter a caderneta de vacinação em dia, afinal, não é preciso convencê-los a levar uma injeção ou receber uma gotinha. Mas, quando

DIABETES ATINGE 13 MILHÕES DE PESSOAS NO BRASIL

Criado em 1991, o Dia Mundial do Diabetes é uma forma de chamar a atenção da população para os riscos da doença e a importância de investimento em prevenção e

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta