Justiça proíbe Eder Moraes de atuar em estatal por falta de idoneidade moral

Justiça proíbe Eder Moraes de atuar em estatal por falta de idoneidade moral

A Justiça de Mato Grosso proibiu o ex-secretário Eder de Moraes Dias de ocupar qualquer cargo de direção na Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT). A decisão, em caráter liminar foi proferida pelo juiz João Thiago de França Guerra.

A medida atende a pedido formulado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), em ação de dissolução parcial de sociedade empresarial.

Além do veto a ocupar cargo de direção, Eder também teve o direito ao voto suspenso na Diretoria Executiva.

A PGE sustenta que Eder não possui idoneidade moral para permanecer sócio da empresa, já que responde a ações por crimes contra a administração pública estadual, o que afeta a credibilidade da empresa estatal.

A situação tem provocado a ira do ex-secretário já que já declarou guerra aos contrários à sua permanência na DesenvolveMT. A PGE acionou a Justiça quando percebeu que Eder articulava a presidência da estatal.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

POLITICAGEM: EDUARDO BOTELHO E JANAINA RIVA GRAVAM VÍDEO COM PEDIDO DE SUSPENSÃO DE BLITZ DE RONDONÓPOLIS

O vereador Adonias Fernandes (PMDB) sensibilizado com a blitz arrecadatória e sem precedentes realizadas pelo governo de MT para aumentar a arrecadação. Solicitou a deputada estadual Janaina Riva (PMDB) uma

Marretadas

“FALASTRÃO”: PIVETTA DETONOU BOLSONARO E NINGUÉM ESQUECE

Em boca fechada não entra mosca, diz o adágio popular e serve de alerta, afinal é melhor manter o silêncio e evitar consequências desagradáveis. Este é o caso do o

Destaques

Polícia Civil prende traficante com 111 tabletes de maconha que seriam distribuídos em Rondonópolis

Uma ação realizada pela Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul), resultou na apreensão de 111 tabletes de maconha