Justiça decide pelo afastamento da Deputada Flordelis

Justiça decide pelo afastamento da Deputada Flordelis

A 2ª Câmara Criminal do Rio de Janeiro decidiu, por unanimidade, afastar Flordelis do cargo de deputada federal. A decisão foi proferida após julgamento realizado por videoconferência nesta terça-feira (23). Parlamentar terá que ficar afastada do cargo durante a primeira fase do processo.

A decisão também vai passar pelo plenário da Câmara dos Deputados para decidir se a parlamentar vai continuar afastada de qualquer função pública até seu julgamento em processo. Flordelis é ré por ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, crime que aconteceu em junho de 2019.

O relator do processo na Câmara, desembargador Celso Ferreira Filho, votou a favor do afastamento. Logo depois, Antônio José e Katia Jangutta, os outros dois desembargadores, seguiram a mesma orientação de voto. Para Celso Filho, há situações concretas que demonstram atos de Flordelis para atrapalhar a “busca pela verdade” no processo.

A decisão dos desembargadores será submetida ao plenário da Câmara dos Deputados para que decidam se o afastamento será mantido, conforme determina a Constituição Federal.

Redação com ESBRASIL

Talvez você também goste

Brasil

Imposto de Renda – adiado prazo de declaração do Imposto de Renda para 30 de junho

Diante da disseminação do novo coronavírus no país, o secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, anunciou que os contribuintes terão dois meses a mais para entregar a declaração do Imposto

Notícias 0 Comentários

LIDERANÇA POLÍTICA DE RONDONÓPOLIS PODERÁ ADERIR A CAMPANHA DE JAIR BOLSONARO

A cada dia cresce o numero de pessoas que acreditam em Jair Bolsonaro como um nome para votar e apoiar numa possível candidatura a presidência da republica. Antes era um

Polícia 0 Comentários

VÍDEO: LOJA É ARROMBADA E FURTADA EM PRIMAVERA

Uma loja localizada na Av. Cuiabá no centro de Primavera do Leste- MT(244 km de Cuiabá), foi arrombada e teve mercadorias  furtadas na madrugada de quarta-feira (7). O  vídeo com