Fundação MT convida para evento nesta sexta (23), em Rondonópolis.

Fundação MT convida para evento nesta sexta (23), em Rondonópolis.

Nesta sexta-feira (23) a Fundação Mato Grosso fecha mais uma rodada de palestras do “É Hora de Cuidar”. Projeto que faz parte do calendário oficial da entidade há duas décadas e, nesta edição, tem um peso maior, a comemoração dos 25 anos da entidade em Rondonópolis.

O evento será na sede da Fundação MT, no Centro de Pesquisas Dario Hiromoto, saída para Cuiabá, às 18h45min, com o tema “Os cuidados no tempo certo”. Todos os produtores interessados estão convidados a participar. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no local.

A noite abrirá com um bate papo, aberto para participação do público, sobre “Nematóides: oque está acontecendo em lavouras comerciais: cultivares de soja sensíveis a cisto x sistemas de produção x calagem”. Com a apresentação de Rosângela Silva e Leandro Zancanaro. Na sequência, a pesquisadora da área de Entomologia, Lucia Vivan, falará sobre os “Desafios para o manejo de pragas na cultura da soja”. O fechamento ficará por conta do professor Humberto Santiago, da UFOB, com o tema “Tecnologia de aplicação: eficiência em diferentes condições climáticas”.

Um dos destaques desta edição será a apresentação sobre Nematóides, que além do formato interativo, com a possibilidade de perguntas da plateia, traz um alerta sobre os riscos de uma infestação e prejuízos, nesta safra e no futuro. “Os resultados de avaliação sobre essa praga mostram um aumento muito grande nas áreas infestadas por cisto, na última safra. O produtor ainda não está sentindo o prejuízo, mas poderia produzir mais”, aponta a Nematologista Rosangela Silva.

Na temática envolvendo o manejo de pragas da soja: insetos, sugadores e lagartas, não alvo da tecnologia Bt, da pesquisadora Lucia Vivan, os produtores terão acesso às principais ferramentas disponíveis hoje para monitorar bem a área e saber o que usar e quando agir. Também serão abordados assuntos referentes à ocorrência de pragas nesta safra. “É como um alerta para o produtor, com base no trabalho de acompanhamento da lavoura que estamos fazendo de forma mais técnica, no ramo da pesquisa”, explica Vivan.

Os pesquisadores estão na estrada, desde o dia 12 de novembro. Eles já passaram por oito cidades do médio norte e oeste de MT, começando por Sorriso. E nesta sexta feira (23), fecham a edição 2018 do “É hora de Cuidar”, em Rondonópolis. A média de público até agora foi de 180 pessoas. “Estamos muito satisfeitos com o resultado que tivemos até agora. Mesmo com tantos feriados o produtor compareceu em peso em todas as cidades e mostrou seu interesse em receber mais informação. Para a Fundação esse é maior prêmio que podemos ter: ver o setor produtivo consumindo as informações em pesquisa que geramos”, pontuou o Gestor de Marketing da Fundação MT, Luís Carlos de Oliveira.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

ALIANÇA COLETOU 70% DAS ASSINATURAS NECESSÁRIAS PARA CRIAÇÃO DA LEGENDA

Após vários eventos de apoiamento pelo Brasil, para coletar as mais de 492 mil assinaturas necessárias para homologação do Aliança pelo Brasil, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a estimativa é

Festival Braseiro de Rondonópolis recebe inscrições de 28 entidades filantrópicas

Além de oferecer um dia de confraternização com um churrasco de qualidade, o Festival Braseiro é uma festa criada com o objetivo de ajudar as pessoas que mais precisam. A

Notícias

PREFEITURA COMPROVA ANTECIPAÇÃO DE R$ 2 MILHÕES PARA UTI DA SANTA CASA EM RONDONÓPOLIS

No final da tarde desta quarta-feira (10) a prefeitura municipal de Rondonópolis, fez um aporte e antecipou cerca de R$2 milhões para Santa Casa de Rondonópolis. O objetivo é que

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta