FAB divulga imagens de aviões no combate a focos de incêndio na Amazônia

FAB divulga imagens de aviões no combate a focos de incêndio na Amazônia

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou na tarde deste sábado (24) a imagem de dois aviões no combate a focos de incêndio na Amazônia. O reforço aéreo acontece um dia depois do presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinar o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que autoriza as Forças Armadas no combate dos incêndios.

De acordo com a FAB, as aeronaves modelo C-130 Hércules tem um equipamento composto por cinco tanques de água e dois tubos que se projetam pela porta traseira do avião, podendo carregar até 12 mil litros de água. Segundo o Ministério da Defesa, a ação desses aviões em Rondônia já fazem da GLO.

A ação de combate deve se concentrar principalmente nos municípios ao norte de Rondônia, como a capital Porto Velho, Cujubim, Candeias do Jamari, Nova Mamoré, Machadinho do Oeste e Buritis.

A base da operação, segundo a FAB, ficará em Porto Velho. A partir da capital rondoniense, os aviões percorrerão os pontos da Amazônia que estão com incêndios.

Na sexta-feira, o governo do estado iniciou a Operação Jequitibá para controlar os focos de incêndio nos municípios. A ação tem a participação do Corpo de Bombeiros, Instituto Chico Mendes (ICMBio), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Prev Fogo/Ibama.

Além das equipes estaduais, o governo federal divulgou que o estado de Rondônia solicitou auxílio das tropas federais no combate aos incêndios. Com o pedido do governador Marcos Rocha (PSL), o uso das aeronaves militares foi autorizado.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, autorizou na tarde deste sábado que a Força Nacional de Segurança Pública também atue no combate das queimadas em Rondônia.

O presidente Jair Bolsonaro assinou, ainda na sexta, um decreto autorizando o envio de homens das Forças Armadas para atuar nos estados da Amazônia. O decreto do presidente vale para toda a Amazônia Legal, da qual fazem parte os estados da Região Norte, além do Mato Grosso e Maranhão.

As queimadas geraram uma crise no governo federal, que vem sendo cobrado nos últimos dias no Brasil e no exterior por causa da situação da floresta. Artistas, sociedade civil e líderes de outros países se manifestaram em defesa da Amazônia.

De acordo com a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana), 2019 é o pior ano de queimadas na Amazônia brasileira desde 2010.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

Idoso preso por pedofilia pode estar envolvido em desaparecimento de menor em 2011

Um idoso acusado de pedofilia teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta segunda-feira (30.09), após ter suas ações descobertas em investigações da Delegacia de

Notícias

APENAS 5 ESTADOS TÊM LÍDERES PARA VENCER NO 1º TURNO, DIZ PESQUISA

Há pesquisas disponíveis para os pleitos locais de 21 estados brasileiros. Neles, em 14 o não-voto passa dos 30% e só em 5% há um favorito que pode levar no

Mato Grosso

PREFEITO DE LUCAS DO RIO VERDE BUSCA VERBA INDENIZATÓRIA PARA ELE E O SECRETARIADO

Nem mesmo a grave crise econômica, pela qual o país atravessa, impediu que o prefeito Flori Luiz Binotti  (PSD), do município de Lucas do Rio Verde MT (330 Km de