Em Mato Grosso:  Ideologia partidária tem sido atrativo para adesão ao PSL

Em Mato Grosso: Ideologia partidária tem sido atrativo para adesão ao PSL

O empresário e prefeito de Sapezal Valcir Casagrande é um dos 141 prefeitos de Mato Grosso, que decidiu migrar para o PSL, do presidente da República Jair Bolsonaro. Valcir militou no Partido Social Cristão (PSC) até o ano passado. Ingressou na mesma época em que Bolsonaro esteve na sigla. Mas, segundo ele, decidiu mudar para o PSL por questões ideológicas.

Valcir é presença confirmada no encontro da sigla que acontece neste sábado (17), na Capital. No Estado, a organização da Campanha Nacional de Filiação ficou por conta do deputado federal Nelson Barbudo, senadora Selma Arruda e dos deputados estaduais Silvio Fávero e Delegado Claudinei. O evento acontece neste sábado (17), no Hotel Fazenda Mato Grosso, a partir das 13h30.

“É o único partido que eu percebo que realmente é da direita, que defende os valores morais. Eu me filiei ao PSC, quando o presidente Bolsonaro estava lá (no partido). Ele  (Bolsonaro) saiu e eu decidi acompanhá-lo agora. Eu acredito que essa adesão vai muito além de uma simples filiação, mas para preparar nosso grupo para o próximo governo. O PSL tem condições e maturidade suficiente de disputar essa vaga também. Chega de políticos profissionais, nosso país precisa de gente séria”, observou Valcir.

O engenheiro agrônomo e vice-prefeito de Barra do Bugres, Gustavo Abi Rached, também deixou sua sigla, o Partido da Mulher Brasileira (PMB), para ingressar no PSL. “Eu compartilho da ideologia do PSL e, baseado nos valores da família, da pátria e dos bons costumes venho para somar e ajudar o nosso Brasil, especialmente o meu Estado”, ressaltou.

Além de Valcir e Gustavo, outros prefeitos e vice-prefeitos estão de malas prontas para ingressar no partido do presidente Jair Bolsonaro.

CAMPANHA NACIONAL DE FILIAÇÃO – A Executiva estadual do PSL de Mato Grosso se organiza para a realização do primeiro grande ato de filiação. O evento que é nacional fará o encontro em todas as capitais brasileiras neste sábado (17). O intuito é fortalecer o partido e ganhar musculatura necessária para emplacar seus candidatos nas eleições de 2020.

O PSL em Mato Grosso tem representatividade política nos municípios de Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Nobres, Curvelândia, Itiquira, Rondonópolis, Itiquira, Barra do Garças, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Barra do Bugres, General Carneiro, Itiquira, Santa Carmem, Nova Guarita e Tapurah.

“O PSL é um partido hoje que não é somente o presidente da República. Ele tem senadores, deputados federais, governadores. É diferente, por exemplo, do PRTB, que é o partido do vice-presidente. No fundo, eles não têm outros parlamentares”, diz Cleber dos Santos Teixeira, coordenador da ‘Campanha Nacional de Filiação’.

Redação

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

1ºPROJETO DO VEREADOR JOÃO MOTOTÁXI É VETADO PELO EXECUTIVO

O projeto de lei, que dispõe sobre o tempo de uso das motocicletas na atividade profissional de Mototaxista, do vereador João Moto Táxi foi vetado pelo executivo municipal e devolvido

TOMADA DE 3 PINOS UM GOLPE DE CORRUPÇÃO CONTRA O CONSUMIDOR

A mudança para a tomada de três pinos custou, aos brasileiros, pelo menos R$ 1,4 bilhão. Na Época, o repórter Bruno Abbud tentou reconstruir a história da decisão. Descobriu que,

Destaques 0 Comentários

AS COMPLICAÇÕES NA RECUPERAÇÃO DE BOLSONARO

Complicação de Bolsonaro pode estender internação O cirurgião Antonio Macedo disse à Folha que as náuseas e vômitos apresentados por Jair Bolsonaro no último sábado ocorreram porque o intestino delgado