EDUARDO LEITE:  UM ESTADISTA DE OLHO NO PLANALTO EM 2022

EDUARDO LEITE: UM ESTADISTA DE OLHO NO PLANALTO EM 2022

O governador do RS, Eduardo Leite (PSDB) aclamado como o mais novo pré-candidato à Presidência para 2022, está demostrando que pode ser uma alternativa na disputa pelo Planalto.

Conhecido pelo cuidado com que mede as palavras, a declaração. Leite há algum tempo, vem sendo sondado como uma aposta futura para os projetos nacionais do PSDB. Que anteriormente dispunha do governador paulista João Doria (PSDB) como nome forte para disputa.

COVID 19 E REFORMA FISCAL NO RS

Leite já mostrou qualidades. A principal delas foi construída em meio ao cenário de terra arrasada que recebeu: um estado quebrado, que não conseguia pagar em dia nem o salário do funcionalismo. Com uma reforma fiscal e administrativa, que mexeu em questões sensíveis como o plano de carreira do magistério e regras de aposentadoria, ele diminuiu o déficit previdenciário em 17% — a primeira queda desde 2010 —, estancou o crescimento da folha do funcionalismo e colocou os vencimentos dos servidores em dia após cinco anos de atrasos e parcelamentos.

Com políticas acertadas, como dobrar o número de leitos de UTI e promover a defesa ostensiva da vacinação e do uso de máscaras, ele conseguiu evitar o pior.

A partir da análise de dados e com a ajuda de médicos, universidades, setores econômicos e prefeituras, ele montou um modelo chamado de Distanciamento Controlado, no qual o estado passou a adotar graus variados de isolamento social dependendo do avanço do vírus e baseado em onze indicadores, como número de óbitos e ocupação de leitos de UTI.

SOBRE GOVERNO BOLSONARO

“Não adianta fazer oposição sistemática, aquela que dificulta soluções para o país simplesmente porque temos ressalvas ao presidente. A gente não pode exercer oposição simplesmente para dificultar, do ponto de vista eleitoral, a vida do presidente”, disse.

O contraponto tem que ser feito insistindo na ponderação e na moderação, esse é o meu jeito. Cada um tem sua forma de fazer política. São estilos, que poderão ser comparados pela população assim como já são comparados no partido.

Eduardo Leite, 35, Filiado ao PSDB desde os 16 anos, foi vereador, presidente da Câmara e prefeito de Pelotas (2013-2017) antes de concorrer a governador, em 2018, quando derrotou José Ivo Sartori (MDB), que tentava a reeleição. Formado em direito, declarou “apoio crítico” a Jair Bolsonaro (então no PSL, hoje sem partido) no segundo turno da eleição presidencial.

REDAÇÃO COM VEJA

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

18° GAC EM PRONTIDÃO PARA ATUAR CONTRA CAMINHONEIROS EM RONDONÓPOLIS/MT

Seguindo orientação do Alto Comando do Exército de atuação na paralisação dos caminhoneiros, os comandantes dos sete comandos militares de área do Brasil foram colocados em estado de alerta. Em

Notícias

Bolsonaro continua com boa aprovação, em meio a pandemia do Covid-19

O Brasil atingiu a marca das 100 mil mortes causadas pela covid-19 no dia 8 de agosto de 2020. Para quase metade dos brasileiros (47%), o presidente Jair Bolsonaro não tem nenhuma

DENÚNCIA

SEM FISCALIZAÇÃO: FLAGRANTE DE AGLOMERAÇÕES EM RONDONÓPOLIS

Na sexta-feira(8), Moradores do Bairro Jardim Europa em Rondonópolis, flagraram um grande desrespeito aos protocolos de segurança do Covid- 19, além de aglomerações em uma rua em frente a um