EDITORIAL: SECRETÁRIO KLEBER SERÁ INVESTIGADO POR PRESSIONAR 3 SERVIDORES A TRABALHAREM?

EDITORIAL: SECRETÁRIO KLEBER SERÁ INVESTIGADO POR PRESSIONAR 3 SERVIDORES A TRABALHAREM?

É isso mesmo? Os chefes serão processados por cobrar que seus subordinados trabalhem e cumpram com seus deveres?!!!

Que país é esse?!!!

Então nosso editorial irá cobrar providências do Ministério Público e uma investigação sobre o grupo de servidores que foi cobrado a trabalhar e cumprir expediente, afinal, o serviço público deve ser levado a sério.

Uma parcela considerável de servidores se esconde atrás de uma cortina ideológica e quer o fim da gestão Taques, “custe o que custar”. Já não se importa mais se a gestão vai bem ou vai mal. O que importa para esses afilhados da CUT é o fim da gestão Taques ou de toda gestão que não tiver alinhamento com a extrema-esquerda e seus interesses pessoais.

Consequentemente, os serviços públicos já não são mais prioridades para alguns servidores militantes, pois o que importa para esse “grupo” é tomar o poder e o comando do Governo de Mato Grosso.

A guerra ideológica se tornou o maior problema de Mato Grosso. Enquanto alguns dignos servidores puxam o Estado para frente, levam a gestão adiante, preocupam-se em levar atendimento para a população; outros querem o fim da gestão por questões ideológicas.

O Governo Pedro Taques carrega desgastes, cometeu alguns erros. Por outro lado, há avanços a se considerar. Hoje, Mato Grosso é um dos únicos Estados da nação que ainda está de pé, diante da crise deixada pelo desastre do Governo Petista e da Gestão Silval. Gestões que tiveram apoio da maior parte deste “grupo”. Afinal, o “grupo” faz coro para o “Volta Lula”, “Fora Temer”, a mesma turma do “Fora FHC” e do “Fora FMI”, eles querem o “Fora Tudo” que não seja do interesse ideológico ou usam do mesmo estratagema como formar palanque político e ideológico.

Hoje, em MT, os bons servidores, cumpridores de suas funções públicas, juntam os cacos, buscam solução para os novos desafios e os mais variados problemas deixados pela gestão Silval Barbosa. Diga-se de passagem, Silval protagonizou o maior escândalo de corrupção de nossa história, e não podemos esquecer que o PT, CUT, e grande parte deste “grupo” fez parte da gestão do “Silval”, hoje cantam moralidades.

Enquanto alguns querem levar os serviços para a população, outros querem impedir que estes serviços cheguem, querem causar discórdia e o caos, pois a linha determinante da esquerda mais radical é do “quanto pior, melhor”.

Aqui não tem editorial pago pelo Governo, aqui o Marreta é Marreta, e não iremos publicar matérias #fakenews, nem achaques, nem ameaças e nem matérias hipócritas contra governos, nem contra secretários. Quando estiverem certos, iremos mostrar; quando estiverem errados, iremos denunciar.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

UTILIDADE PÚBLICA : MENSAGEM COM NOVOS NÚMEROS DO SAMU É MENTIROSA

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Rondonópolis informa que o número de atendimento do serviço é o 192 e que não houve qualquer mudança. Quanto à mensagem

Destaques 0 Comentários

Brasileiro cria aplicativo de viagem que une amantes da natureza e guias locais

O aplicativo ajuda viajantes a conhecerem guias locais Foram 58 dias de moto para percorrer os 25 mil quilômetros entre São Paulo e Palo Alto, no Vale do Silício , com paradas

Destaques 0 Comentários

APÓS CASO DOS GRAMPOS, DENÚNCIAS ACUSAM SESP DE MANIPULAR ELEIÇÕES DO CONSEG

O Decreto 1.030/2017 do dia 31 de maio, esta causando preocupação na sociedade civil organizada, especialmente aos Conselhos Comunitários de Segurança Pública de Mato Grosso (CONSEG’S). O polêmico e inconstitucional

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta